Categorias Produtoras

PLAY SE REFORMULA PELA SOBREVIVÊNCIA

Publicado em

Tula (direita) com nova equipe da Play

Talvez o maior crítico do atual sistema corporativo do segmento de produção de som publicitário, Tula Minassian apresenta ao mercado um novo formato de orçamento para suas produtoras, da original Play it Again, que completa 24 anos em abril à PlayRK30, que elabora conteúdo. Ele deixa claro que o lançamento do que chama de Casa de Produção, conceito que detalha cada orçamento e oferece opções para os compradores, visa principalmente a sobrevivência da empresa. “Hoje o mercado não entende o que está comprando e por isso luta para baixar os preços. A culpa é do próprio segmento, que não valoriza seu trabalho e apresenta um cardápio de trilhas brancas compradas a custos irrisórios, aceitando as imposições das entidades mais fortes, como a ABA e a Apro”, diz. “Eu não quero falar com o Rafael Sampaio, com a Sônia Piasse ou com a Ana Nogueira”, afirma, referindo-se aos diretores executivos contratados pela ABA, Apro e Aprosom. “Eu quero falar com o dono do negócio, quero líderes dos setores na mesa”, reclama. Desligada da Aprosom, assim como as que classifica como as outras grandes do segmento, Lua Nova e Tesis, a Play it Again travou batalha árdua com a entidade, no final do ano passado, durante episódio em que a Ambev passou a responsabilidade pela contratação de produtoras de áudio para campanhas de cerveja para sua Mesa de Compras. “Das 13 produtoras que assinaram o manifesto da Aprosom posicionando-se contra essa prática, cinco foram chamadas pela Ambev, romperam o acordo e fecharam contrato”, garante. Para Tula, a Apro, que no papel é a associação das produtoras de audiovisual, só se preocupa com a segunda parte. “Ela esquece que antes do visual vem o áudio. A verdade é que a Apro engoliu a Aprosom e faz o que quer. Não deixa a área de som nem sair na foto”, desabafa. Entre outras novidades, a Play também lança as “Trilhas Verdes”, numa contestação colorida às “Trilhas Brancas”. “Aqui estimulamos os músicos a criarem trilhas, colocamos num banco e oferecemos aos clientes que normalmente consomem as brancas. Com isso incentivamos nossos profissionais a criar, em vez de vender as Brancas cobrando por músicas que se compra sabe-se lá onde e vende-se por um valor cinco vezes maior.  Isso é agenciamento e não publicidade”, diz. Tula está especialmente animado com a PlayRK30, dirigida por Bia Ambrogi, que deve crescer com a aplicação da lei 12.485, proposta pela Ancine e que obriga as tevês por assinatura a exibirem três horas e meia diárias de conteúdo nacional. O Núcleo de Produção e Pesquisa, que visa oferecer as melhores possibilidades aos clientes, é comandado por Gabriela Ruffino e André Minassian. A Play it Again opera ainda com sedes no Rio de Janeiro e Curitiba, além da parceria com PC Bernardes em Lisboa que resultou na PlayAmics, que atende entre outros clientes as redes de supermercado Pingo Doce de Portugal e Biedronka, da Polônia, da carteira internacional da Duda Mendonça Propaganda.

 

on PLAY SE REFORMULA PELA SOBREVIVÊNCIA
Categorias Produtoras

VOLCANO HOTMIND PROCURA CRIATIVO

Publicado em
Barone e Evandro buscam novo sócio

Lançada há pouco mais de dois anos como a primeira produtora criativa do mercado publicitário brasileiro, a Volcano Hotmind procura exatamente um profissional de Criação para substituir Luiz Tastaldi, que deixou a sociedade. Ex-diretor criativo da 141 SoHo Square, Tastaldi havia apostado no formato da Volcano, voltada para o Advertainment e trabalhos colaborativos com agências e seus clientes. Enquanto não encontram novo sócio, os diretores de cena Giancarlo Barone e Luiz Evandro continuam comandando a operação e a representação brasileira da The Viral Factory, uma das mais conceituadas produtoras de virais do mundo. “Já temos cases para nos tornarmos sinônimo de advertainment no Brasil”, explicam os sócios, referindo-se ao Leilão Impossível Coca-Cola Zero, Show e DVD da dupla Fernando e Sorocaba na Ópera Arame em Curitiba e comercial para o Santos FC com Neymar dirigindo um táxi pelas ruas da cidade.

on VOLCANO HOTMIND PROCURA CRIATIVO
Categorias Produtoras

TEM PRODUTOR ESTRANGEIRO NO SAMBA

Publicado em
Chris, Leyla, Andre, Marianna e Álvaro

A ação Film Brazil Experience da Apro e Apex, em sua sétima edição, trouxe mais estrangeiros para conhecer ao vivo o carnaval do País. Chris McBride, da MJZ de Londres, André Bause, da Jo!Schmid da Alemanha, e Álvaro Gorospe, da Garlic da Espanha, vão assistir o carnaval carioca. Entre sua estada em São Paulo e o Rio de Janeiro, porém, participam de reuniões para conhecer o trabalho de produtoras brasileiras e em especial locações no País. A estratégia que tem como objetivo principal internacionalizar a produção audiovisual brasileira, vem sendo realizada regularmente pela associação nacional de produtoras com apoio da Apex em Cannes, durante o festival mundial de criatividade, sob a marca Film Brazil. Em novembro passado um evento similar trouxe ao País profissionais da área para assistirem ao vivo o Grand Prêmio Brasil de Formula Um. Para Leyla Fernandes, presidente da Apro, a organização perfeita de grandes eventos como Carnaval e GP de Automobilismo mostram aos executivos da produção audiovisual que o Brasil tem capacidade para administrar grandes realizações e  ainda oferece várias alternativas de locações. No ano passado, conforme informa Marianna Souza, gerente executiva da Film Brazil, o projeto gerou diretamente mais de US$ 2 milhões em produções para o setor. Sônia Regina Piassa, diretora executiva da Apro, por sua vez, resume os atrativos para os produtores internacionais: “Temos talento e diversidade”, afirma.

on TEM PRODUTOR ESTRANGEIRO NO SAMBA
Categorias Produtoras

PAULÍNIA É A NOVA CIDADE DO CINEMA

Publicado em
Michel com Solano e Fernanda e Ramos com Alline

Filho de João Daniel e também diretor da Mixer, Michel Tikhomiroff começa a filmar seu primeiro longa-metragem, “Procura-se”. A produção, uma história de suspense, tem conjunto com a Secretaria de Cultura DE Paulínia, cidade paulistana da região de Campinas, tem no elenco como atores principais Mateus Solano e Fernanda Machado. As filmagens começaram em ritmo acelerado, no último dia 16, no Pólo Cinematográfico de Paulínia, e o trabalho deve continuar intensamente por mais quatro semanas. O thriller é uma co-produção com a Globo Filmes, em parceria com o Ministério da Cultura e com o Pólo Cinematográfico de Paulínia,  com um orçamento total de R$ 4,7 milhões e previsão de estreéa nas salas de cinemas brasileiras  para o segundo semestre deste ano. Uma das principais produtoras do mercado brasileiro, surgida a partir do sucesso publicitário da Jodaf, a Mixer , realiza conteúdos audio-visuais de todos os gêneros e para todas as plataformas. Outra produção que está sendo realizada no Pólo Cinematográfico de Paulínia e também por empresa ligada ao mercado publicitário é “O Vendedor de Passados” novo longa-metragem da Conspiração,com direção de Lula Buarque de Hollanda. Esse já é o 26º longa da produtora, que opera com unidades em São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Trata-se do quarto filme da carreira de Lula Buarque, diretor que acumula em seu currículo prêmios como o da Academia Brasileira de Cinema, pelo documentário “Pierre Verger, o Mensageiro entre Dois Mundos”. Outros filmes do diretor lançados no cinema: “Casseta & Planeta, a Taça do Mundo é Nossa”, e “O Mistério do Samba”, documentário sobre a Velha Guarda da Portela, que dirigiu com Carolina Jabor. Com roteiro de Izabel Muniz, “O Vendedor de Passados”, que tem como protagonistas Lázaro Ramos e Alline Moraes” é uma adaptação do livro de mesmo título do escritor angolano Jose Eduardo Agualusa. O novo longa da Conspiração terá três semanas e meia de filmagens em Paulínia. Com distribuição da Imagem Filmes, tem previsão de estréia em dezembro de 2012.

on PAULÍNIA É A NOVA CIDADE DO CINEMA
Categorias Produtoras

HUNGRY MAN PROJECTS RENOVA MÍDIA CINEMA

Publicado em
Mallu lança "Velha e louca"

Estréia nesta sexta-feira (20), nas salas de cinema de todo o Brasil um novo formato de mídia. Além dos comerciais, as telas passam a exibir um videoclipe patrocinado produzido pela Hungry Man e Sony Music. Dirigido por Paulo Gandra, o vídeo é estrelado pela cantora Mallu Magalhães, contratada da gravadora. A idéia é agregar marcas de produtos aos videoclipes, como conta Armando Ruivo, sócio vp de Business & Strategy da Hungry Man Projects. Até chegamos a negociar a inclusão de uma marca de sabonete nesse videoclipe, mas o prazo curto não permitiu a conclusão do negócio. Mas temos certeza de que as próximas produções desse tipo já mostrarão ao público marcas que tenham afinidade com o cantor, cantora ou banda, disse. Para os artistas é uma grande oportunidade de lançar projetos ou novas músicas, como faz Mallu com sua “Velha e louca”. A operação é viabilizada pela Mobz, empresa especializada em desenvolvimento e distribuição de conteúdos especiais para o Cinema. “O cinema brasileiro vivenciou um ano de números contraditórios. Enquanto as salas estiveram lotadas e o público compareceu em peso para assistir aos grandes lançamentos internacionais, o meio como veículo publicitário foi praticamente deixado de lado pelos anunciantes e pelas agências na elaboração dos planos de mídia”, justifica Ruivo

on HUNGRY MAN PROJECTS RENOVA MÍDIA CINEMA
Categorias Produtoras

VETOR ZERO PRODUZ PARA O NATAL MEXICANO

Publicado em

Tradicional magazine mexicano, a rede Liverpool de lojas inicia sua campanha de Natal com comercial de três minutos em animação produzido pela brasileira Vetor Zero. A estratégia, da agência AM Alvarado Molina, é focada no mascote “Bolo”, um urso de pelúcia muito conhecido no País, e apresenta uma versão diferente do Natal, já que a idéia é presentear Papai Noel. Com o conceito “Regalo de Santa”, a campanha convida as crianças a participarem da ação. “Bolo” é quem desperta no público infantil a curiosidade sobre qual seria o melhor presente para Noel. Ele mesmo, porém, descobre que a felicidade geral é o que o velhinho mais gostaria de ganhar. O filme também tem a missão de convidar as crianças a visitarem o hotsite da rede e interagir com a campanha, enviando sua foto para Papai Noel. A Vetor Zero já é conhecida do magazine Liverpool, e também realizou seu comercial de Natal do ano passado. O curta deste ano é o maior projeto de animação publicitária internacional da produtora, com técnicas de animação que se aproximam cada vez mais dos movimentos reais. ”São três minutos de muito detalhe. O gelo, a pelagem dos personagens e as texturas, entre outros aspectos, mostram a qualidade do nosso trabalho e a perfeição da animação 3D”, diz Guto Terni, diretor de cena e animação da Vetor Zero. Também participaram do trabalho pela produtora o diretor Gabriel Nóbrega e o diretor de arte Eduardo Schaal.

on VETOR ZERO PRODUZ PARA O NATAL MEXICANO
Categorias Produtoras

UP TO 3 ESCOLHE MELHOR CURTA BRASILEIRO

Publicado em

A mostra paralela UpTo3 do Festival de cinema de Toronto, que apresenta filmes brasileiros de até três minutos para promover uma integração entre produtores do Brasil e Canadá, elegeu “Mr.Burger”, de Pedro Andrade, como vencedor da edição 2011 do evento. O curta-metragem em animação mostra um super-herói não convencional, apaixonado por sanduíches, pizzas e brigadeiros. O objetivo do UpTo3 é divulgar trabalhos com conceito multiplataforma para Internet, games e celulares. A promoção do UpTo3 é de Cecília Queiroz, Silvia Prado, Gilberto Caserta e Bárbara de la Fuente.

on UP TO 3 ESCOLHE MELHOR CURTA BRASILEIRO