DO PRIMEIRO SUTIÃ AO SUPER X CAP

Da primeira aparição na TV, como figurante do clássico comercial de Valisére de 1987, até o mais recente trabalho publicitário para o título de capitalização SuperXcap da Caixa Seguradora, passaram-se mais de 20 anos da carreira artística de Eliana Michaelichen Bezerra.

Aos 43 de idade, Eliana pode não ser uma unanimidade junto ao público, mas certamente o é para Silvio Santos. Seu programa de domingo é vice-líder de audiência e chegou a registrar picos de 21 pontos em agosto passado.

Modelo desde a infância, cantora dos grupos Patotinha e Banana Split, se tornou apresentadora de programas pelo olhar cirúrgico do dono da emissora. Fora da TV, ainda estrelou 3 longas-metragens.

Marca de linha de perfumes da Jequiti, Eliana também é craque em negócios e fundadora da editora Master Books, criada em 2009. É uma das personalidades de TV líderes em licenciamento, com mais de 180 itens, de brinquedos a cosméticos.

Essas duas décadas de carreira certamente são responsáveis pelos índices de credibilidade que tem junto ao público e pelos convites para estrelar campanhas de propaganda.

A campanha do novo SuperXcap tem a assinatura da agência Tridente.Ag, com criação de Hércules Torres e Guilherme Penachio.

A produção é da 511 Filmes, com direção de Telso Freire, fotografia de João Frohlich, direção de arte de Joan Pallas, produção de Leonardo Cuci e edição de Felipe Perez. Som da Boozina Áudio.

HARRENMEDIA CRESCE NO BRASIL

Alex: variedade de plataformas

Alex Baptista, ex-VP Comercial e novo Country Manager da Harrenmedia no país, comemora o crescimento da empresa em 2016, apesar das dificuldades econômicas, graças à comercialização de campanhas em vídeos digitais, inclusive mobile, e pesquisas online de qualificação de target.

Criada em 2007 pelo grupo norte-americano Freemount, a Harranmedia, líder de mídia programática na América Latina, opera também na região na Argentina, Chile, Uruguai, México, Peru, Equador, Venezuela, Panamá e Costa Rica.

“Considerando todas as incertezas político-econômicas do País, foi um primeiro semestre abaixo das expectativas, mas graças a variedade de plataformas digitais e nosso posicionamento como empresa de Inteligência Digital & Humana, esse cenário começou a mudar já na virada do primeiro semestre”, explica Baptista.

Entre os clientes que atendeu neste 2016, estão empresas como Mondelez, Samsung, FIAT, Bayer e Renault entre outros.

SOS MATA ATLÂNTICA MOSTRA REALIDADE

Campanha criada pela DPZ&T comemora os 30 anos da ONG SOS Atlântica com o filme em realidade virtual “A Mata é a Nossa Casa”.

Uma das organizações governamentais mais importantes do país, a SOS Mata Atlântica mostra como a população é afetada diretamente pelo desmatamento, com trilha do cantor Emicida e locução de Luciano Huck.

Em três décadas, a entidade registra conquistas como o desmatamento zero em 7 estados e redução de 83% na média anual do desmatamento, 36 milhões de mudas de árvores nativas plantadas, 20 mil voluntários, e 72% da população beneficiada nas mais de 3 mil cidades do bioma.

A animação leva ao público a um mundo em 3D e o faz se sentir parte da ação. O clipe traz símbolos da luta pela preservação, como o muriqui, o tamanduá-bandeira e o mico-leão-dourado, ameaçados de extinção.

“Estamos muito felizes em ter um videoclipe com o Emicida, um artista que conquistou merecida notoriedade, com uma produção musical reconhecida e que aborda questões tão relevantes para a sociedade”, diz Marcia Hirota, diretora-executiva da Fundação SOS Mata Atlântica.

“Em vez de contratar fornecedores para executar a ideia, convidamos pessoas a participar dela”, explica Daniel Motta, Diretor de Criação da DPZ&T.

Para apresentar visualmente essa história, outro artista convidado foi o diretor Guilherme Marcondes, da Vetor Lobo de Nova York, cujo trabalho feito há 10 anos serviu como ponto de partida para desenvolver o novo visual do vídeo.

A animação feita em 360° ressalta a principal mensagem da música, ou seja, que o mundo inteiro é nossa casa, logo todos somos afetados pelos efeitos do desmatamento.

Criação de Daniel Motta, Daniel Mattos e Luciano Honda, com direção criativa de Rafael Urenha.  Direção de animação de Márcio Nicolosi e áudio da Sonido.

ZEEG2 ENCERRA E SÓCIAS VÃO À TENTÁCULO

Fabi, Côrtes e Olívia: nova sociedade

Criada em 2003 por Gabriel e Olívia Carrera para substituir a antiga Piano, do pai Emílio Carrera, a produtora de som Zeeg2 encerrou suas atividades.

Olívia e a outra atual sócia, Fabi Apocalypse, se juntam à Tentáculo, de Ed Côrtes. Gabriel já havia tomado outros rumos profissionais.

“Começamos em um relacionamento moderno. Primeiro porque somos três, e depois porque não haverá limite nem definição exata dos papéis de cada um”, diz Côrtes.

“Eu estava sem Atendimento faz tempo, as pessoas acham que eu estou em Los Angeles fazendo cinema e a galera do cinema acha que eu só faço publicidade, mas estou aqui fazendo os dois faz tempo”, completa.

“Agora atendemos trabalhos de todos os tamanhos. Aprendemos muito sobre o digital, o mercado jovem e a produção em volume na parceria com o Spotify. Trabalhamos em células diferenciadas para adequação aos orçamentos e pedidos da criação com a participação e supervisão do Ed ficou muito mais fácil”, reforça Fabi.

“Mesmo em um mercado onde os orçamentos estão cada vez mais apertados, continuamos atendendo os nossos clientes com a maior qualidade. Queremos ser uma produtora parceira para todo tipo de projeto”, comenta Olivia.

“Além do nosso trabalho realizado com as agências de publicidade atendendo grandes anunciantes, temos um relevante portfólio envolvendo longas metragens como os filmes “Cidade de Deus”, de Fernando Meirelles, “Começo da Vida”, de Estela Renner e “Colegas”, de Marcelo Galvão, conclui Côrtes.

PALAVRAS QUE DEIXAM MARCAS

Clique para ampliar.

A campanha “Algumas palavras deixam marcas”, dos estudantes Natália Gonçalves da Silva, da Universidade Estácio de Sá, e Jean Maurice Batalha Boechat, da ESPM Rio, venceu a 3ª edição do concurso Fenapro Universitário 2016.

Com orientação do professor Fábio Maia, da ESPM Rio, o anúncio foi eleito por unanimidade pela comissão julgadora.

A Federação Nacional das Agências de Propaganda está veiculando a peça nesta semana em que se comemora o Dia Mundial da Propaganda. O prêmio, realizado em parceria com os Sindicatos das Agências de Propaganda, tem apoio do Google, Estadão e Abigraf.

A campanha utilizou o recurso das Palavras Cruzadas, cuja solução depende de descobrir o nome do anunciante a partir do seu slogan.

A dupla, composta por redator e diretor de arte, ainda poderá ganhar mais prêmios. Um receberá pacote completo para participar do Cannes Lions 2017 e do workshop especial da Roger Hatchuel Academy. O outro ganhará um iPad Apple, assim como o professor orientador.

A Comissão Julgadora foi constituída por João Faria (Rádio Estadão e Agência Cidadã), Juao França (diretor de Criação da De Brito Propaganda), Clélia Salgado (coordenadora de Marketing do Estadão), Igor Archipovas (gerente de Marketing da Abigraf), Karan Novas (Programa Reclame) e Ana Paula Soler (gerente de Marketing do Meio e Mensagem).

A auditora foi a diretora Jurídica da Fenapro, Dra. Helena Zoia, com apresentação do VP Executivo, Humberto Mendes, e do superintendente da entidade, Alexis Pagliarini.

37º CABORÉ REVELA VENCEDORES

O jornal Meio & Mensagem realizou evento nesta segunda-feira (5) no Citibank Hall, em São Paulo, para anunciar os vencedores nas 13 categorias da edição 2016 de seu prêmio Caboré.

A Publicis foi eleita Agência de Comunicação do Ano na votação direta realizada pelos assinantes da publicação, a partir de lista tríplice de concorrentes,

Marcio Oliveira, da Lew’Lara/TBWA foi escolhido Dirigente do Ano, enquanto Guilherme Jahara, da Fbiz, venceu na categoria Profissional de Criação.

O Profissional de Atendimento é Márcio Borges, da WMcCann Rio,  e Daniel de Tomazo, da Ogilvy, o ganhador da categoria Planejamento.

Andrea Hirata, da Leo Burnett Tailor Made foi escolhida Profissional de Mídia do Ano, e Marcelo Duarte, da TV Globo, o Profissional de Veículo.

O Veículo de Comunicação, como produtor de Conteúdo é o SporTV, e a Eletromídia o Veículo de Comunicação-Plataforma de Mídia.

O título de Anunciante do Ano é da Coca-Cola, e Paula Nader, do Santander, foi eleita a Profissional de Marketing.

A Ampfy foi a empresa escolhida na categoria Serviço de Marketing, e a Paranoid foi eleita na categoria Produção.

CENP AMPLIA PESQUISA DE PREÇOS

Barsotti: facilitador

Uma mesma agência já pode ter várias senhas de acesso ao Banco Único de Listas de Preços, do CENP, facilitando o trabalho de consulta.

O BUP já tem depositadas mais de oitocentas listas de preços de veículos de comunicação de todo o país, que podem ser acessadas por toda agência de publicidade certificada pelo CENP.

“Até agora, por limitação do sistema, concedíamos uma única senha por agência. Com a atualização, um maior número de profissionais da agência poderá consultar as listas de preços dos veículos associados”, diz Caio Barsotti, presidente da entidade.

O uso do sistema pelas agências certificadas não representa nenhum custo. As senhas adicionais podem ser solicitadas pelo e-mail info@cenp.com.br.

O sistema de consulta, aberto há pouco mais de um ano, já vem sendo utilizado rotineiramente pelas agências de publicidade para o planejamento de mídia.

O veículo de comunicação tem acesso somente ao seu próprio espaço, que pode ser atualizado tantas vezes quanto necessário, conforme a conveniência do depositante e sob sua inteira responsabilidade.

Conforme o Decreto 57.690/66, os veículos de comunicação devem manter uma lista única e pública de preços, bem como de seus representantes comerciais, que devem praticar os valores ali expressos.

DESPEDIDA COM CABO DE GUERRA

“Quer ser aceito? Então aceite”. O cabo de guerra termina com adversários trocando roupas. Essa é a mensagem de Natal da C&A na última campanha da Almap BBDO para o cliente, do qual abriu mão na semana passada.

Com o conceito Misture, Ouse & Recomece, a C&A celebra o Natal e Ano Novo e sugere a todos os brasileiros que iniciem o novo ciclo aceitando e respeitando as diferenças, sem nenhum preconceito ou estereótipo, usando a moda como uma forma de livre expressão.

Além de filme com versão estendida na Internet, a estratégia inclui ações com influenciadores e nas mídias sociais, pontos de venda, sacolas diferenciadas para lojas da rede, mobiliário urbano e ação de promoção no Programa da Eliana.

Produzido nas dunas de Garopaba, em Santa Catarina, o filme conta com grupos formados por pessoas dos mais diversos estilos, que participam de um cabo de guerra diferente, em que cada grupo puxa para os lados opostos uma corda feita de roupas em vários modelos e cores, amarradas umas às outras.

Criação de Daniel Poletto, Eric Benitez, Ana Carolina Reis, Fabio Girardi, Dieter Truppel, Vinicius Watanabe, Felipe Líbano e Guilherme Simi, com direção criativa de Bruno Prosperi e direção geral de Luiz Sanches.

Produção da FatBastards, com direção de cena de Pedro Becker e fotografia de Marcelo Durst. Som da Satélite com produção de Roberto Coelho e Kito Siqueira, trilha de Coelho, Hurso Ambrifi e Mike Vlcek, interpretação da música “Hollow Dreams” de Strata e locução de Daniel Mazzuca.

MESTRE EXIGE RESPEITO PELO CHURRASCO

Com comercial de 1 minuto que estreou no intervalo do “Fantástico” deste domingo (4), a Tramontina abre a campanha “Respeito pelo Churrasco”, criada pela J.Walter Thompson.

A estratégia, que inclui filme para Internet, spots, mídia impressa e material de PDV, tem como personagem um imaginário “Mestre Churrasqueiro” que surge misteriosamente para checar o desempenho de amadores e profissionais da carne na brasa.

A ideia é mostrar que churrasquear é uma arte que exigi paciência, tempo e os instrumentos certos.

“Por sua origem gaúcha, a Tramontina sempre teve bastante respeito pela tradição do churrasco e desenvolveu os melhores instrumentos para o preparo da carne. Mas parte de um bom churrasco se deve também ao churrasqueiro, e é por isso que quisemos inspirar todos a respeitarem as tradições”, explica Marcos Grespan, diretor da Tramontina Cutelaria.

“Como o tempo na TV aberta é limitado decidimos usar o meio digital para explorar ainda mais a figura do Mestre como conselheiro, criando filmetes em que ele ensina um aprendiz a lidar com a carne, com o sal e com o fogo”, diz Mariana Borga, diretora de criação da J. Walter Thompson.

“O conceito da campanha da Tramontina vai extrapolar as fronteiras brasileiras, visando promover a cultura do churrasco brasileiro em outros países”, completa Diego Wortmann, também diretor de criação da agência em Porto Alegre.

Criação de Diego Ferrite, Rodrigo Rocha, Renata Freitas, Erico Braga, Guilherme Altreider, Rafael Falco e Caio Gandolfi, head of art Humberto Fernandez, direção criativa de Mariana Borga e Diego Wortmann e direção geral de Ricardo John e Rodrigo Grau.

Produção da PBA Cinema, com direção de cena de Santi Dulce e fotografia de Agustín Clarunt e som da Cabaret Áudio, com produção do maesto Guilherme Azem e locução de Benjamin Hercovitch.

AVIAÇÃO NA MENTA. HYDRA E CORONA NA HEADS

Casarotti: valorizar o mix de produtos

Uma das marcas mais tradicionais de manteiga do país chega à Menta, Propaganda agência de Flávio Casarotti. O criativo comemora a conquista de toda a linha de produtos da Laticínios Aviação, empresa mineira com atuação em todo o país.

Líder em preferência no segmento de manteigas, a Aviação vem desenvolvendo estratégia visando ampliar a visibilidade de seu mix de produtos, que inclui requeijão, doce de leite, queijos, achocolatados e café premium.

“Somos uma jovem empresa com novas ideias e muita experiência em comunicação. A Aviação, com seus 96 anos de vida, é uma empresa tradicional com coragem para a inovação. Esse é o caminho que vamos seguir, diz o criativo.

“É importante contar com um profissional experiente com grandes marcas e um modelo de trabalho voltado para o consumidor”, diz Paula Pimenta de Queiroz, diretora de Marketing da Aviação.

Erick: banho de conquistas

Enquanto isso, a Heads comemora a conquista de duas marcas importantes da Duratex: Hydra e Corona, que estavam atualmente sem agência.

Com essas duas marcas, a Heads alcança o número de 13 novos clientes neste 2016. Como aperitivo, a agência já realizou a campanha de Blackfriday da Deca, outro importante nome dentro do porftfólio da Duratex.

“Hydra é uma das marcas mais tradicionais do mercado brasileiro, reconhecida pela qualidade de seus produtos na categoria de válvulas, tendo porém ampliado seu portfólio para a linha de chuveiros, aquecedores e torneiras elétricas. Já a Corona é um dos nomes mais reconhecidas do mercado brasileiro de chuveiros”, festeja Erick Machado, diretor da Heads Propaganda em São Paulo.

 

ABRIL ATINGE 10 MILHÕES EM LICENCIAMENTO

Perfume Capricho, campeão de vendas

Liderados pelos perfumes Capricho, de O Boticário, mais de mil produtos licenciados com suas marcas proporcionaram ao grupo Abril a marca de 10 milhões de itens vendidos em 2016.

Esse volume representa um crescimento de 16% comparando-se com o período entre janeiro e outubro de 2015.

Neste ano, foram firmados 7 novos contratos que proporcionaram o lançamento de 100 novos produtos nos segmentos financeiro, automotivo, alimentos, moda e de eletroportáteis.

A lista dos mais vendidos segue com Cadernos Capricho, da Tilibra, Iogurte Boa Forma, da Verde Campo, Tênis Capricho, da Sugar Shoes, Chocolates Capricho da Cacau Show, Mochilas Capricho da DMW, Moda Fitness Boa Forma da Marisa, Decoração Capricho, da Ludi, e Som Automotivo Quatro Rodas, da Aquarius.

Além da campeã Capricho, Boa Forma, Quatro Rodas, Casa Claudia e Exame também registraram consolidação de credibilidade na parceria com várias empresas.

“O suporte editorial em todo o processo de desenvolvimento e estratégia de divulgação reduz o time to market das empresas parceiras, otimiza esforços e mitiga riscos, o que explica o aumento das parcerias especialmente em períodos de crise econômica”, diz Tiago Afonso, diretor de marketing da Abril.

“De pisos para imóveis a cadernos, da mochila à maquiagem, do cartão pré-pago ao iogurte, os produtos com as marcas Abril já nascem com posicionamento claro e reconhecimento do consumidor”, conclui.

HAVAS MANTÉM E LEO ENTRA NO GPA

BETC ganha Pão de Açúcar e Leo Burnett conquista conta do Extra

O Havas Creative Group, que havia conquistado as contas de todas as marcas do Grupo Pão de Açúcar em 2014, mantém o atendimento às bandeiras Pão de Açúcar, Qualitá, Taeq e Finlandek, agora através da BETC de Erh Ray e Gal Barradas.

E como resultado de concorrência promovida desde julho, a Leo Burnett Tailor Made, que atendeu o Carrefour até o começo deste ano, assume a conta a partir de janeiro de 2017.

O processo de seleção envolveu ainda as agências Energy, da rede BBDO do grupo Omnicom, DPZ&T e FCB, além da Lew,Lara/TBWA, que se retirou recentemente.

O GPA registra um investimento em mídia de quase R$ 300 milhões por ano, sendo que a marca Pão de Açúcar responde pela maior parte dessa verba.

Até 2013, o grupo vinha sendo atendido pela house agency PA Publicidade, incorporada pela então vencedora Havas Worldwide Brasil.

Neste processo atual, em razão de divergências em relação aos custos de manutenção de um grande contingente de profissionais, o GPA concordou em terceirizar toda a área de produção, o que viabilizou as propostas financeiras das agências.

CRENÇAS E FILOSOFIAS AO SEU DISPOR

Fazendo referência aos motivos apresentados pela Almap BBDO para abrir mão da conta da C&A, a Revolution Brasil vai publicar neste fim de semana nos veículos do trade publicitário, anúncio de oportunidade colocando-se à disposição daquela rede.

Criada na Bahia pelo grupo PPG, formado a partir da Propeg, a Revolution ganhou sede em São Paulo com foco no Varejo, atendendo as marcas do grupo Máquina de Vendas, resultado da fusão entre as redes Ricardo Eletro, de Minas Gerais, e Insinuante, gigante no nordeste do país.

“Acredito que uma comunicação de Varejo seja feita com muita consistência, estratégia, trabalho e resultado efetivo sempre conectando a mensagem e posicionamento ao desejo e necessidade dos consumidores. Há mais de 20 anos tenho seguido essas ‘Crenças e Filosofias’, conquistando crescimento acima da média nos projetos dos quais participei, seja como cliente ou agência”, diz Allan Barros, sócio da agência desde agosto do ano passado.

Assim ele justifica a peça publicitária da Revolution, explicando que a agência triplicou seu faturamento em dois anos justamente pelo fato de dirigir seu trabalho para o resultado dos clientes da área de Varejo.

Além de Ricardo Eletro, Insinuante e City Lar, que já estavam da agência desde o lançamento da unidade paulista, a Revolution conquistou também no início deste ano, outras marcas do grupo Máquina de Vendas, como Salfer, com lojas no Paraná e Santa Catarina, e Eletroshopping, que atua em Pernambuco e em outros cinco Estados da região Nordeste.

MAMÃE MOTOGIRL NO DELIVERY DE IFOOD

Isabella Robinson encontrou uma maneira de ver o atarefado filho, que nas 24 horas do dia tem que escrever roteiros, decorar texto de teatro, do programa de TV, criar stand up comedy e ainda dormir e encomendar um pedido rápido de comida no IFood.

Equipada como motogirl, assim ela justificou a surpresa ao tocar a campainha da casa de Fábio Porchat para fazer a entrega.

Além de gerenciar redes sociais da sua criatura, Isabella também já foi gerente de marketing da Humaitá Louças, além de professora de inglês.

Talvez por isso sua atuação na frente das câmeras não tenha sido exatamente uma missão muito difícil. Ela já participou do episódio “Em Família”, do Porta dos Fundos, e foi a personagem da entrevista que encerrou o primeiro programa de Porchat na Record.

Com desenvoltura, gravou com ele o quinto comercial da primeira campanha do aplicativo de comida delivery criada pela Almap BBDO.

A estratégia, desenvolvida para TV por assinatura, Internet e Redes Sociais, já apresentou filmes com o cantor Maurício Manieri, com as irmãs Preta e Bela Gil e com o próprio Porchat.

A campanha com o conceito “Pra qualquer fome” foi criada por Fernando Duarte e Henrique Del Lama, com direção criativa de Pernil e André Gola. Produção da Boiler Filmes, com direção de Dulcídio Caldeira e fotografia de Adrian Teijido. Trilha da Raw Áudio.

 

DEMITIDOS, LIMÕEZINHOS CRIAM NOVA RUFFLES

A Pepsi cria ativação de marketing inédita no país aproveitando o recall dos limõezinhos, personagens da versão Twist da bebida. Eles são usados para o lançamento de um novo sabor da batata Ruffles, marca também pertencente à companhia.

Da união entre o refrigerante e a marca de snacks surge a Ruffles Limão, anunciada ao público através de campanha nas redes sociais.

A estratégia conta com animação 2D e jogo para smartphones criados pela Rapp Brasil em parceria com as produtoras de animação Le Cube, de games Eeze Games e de som Audioman.

O storyline conta sobre a demissão dos Limõezinhos da Pepsi e o novo emprego da dupla na Ruffles, onde lançam a ideia do novo sabor.

“Essas iniciativas representam uma nova era de geração de conteúdo e a oportunidade de entregarmos aos nossos consumidores novas e interessantes formas de interação com a marca”, diz Guilherme Marangon, gerente de Marketing de Pepsi.

Lillian Dakessian, gerente de Marketing de Ruffles, por sua vez, entende que a parceria reforça a personalidade das marcas, já que ambas adotam uma linha de comunicação espontânea e irreverente nas redes sociais.

Criação de Lucas da Silva, Murilo Dada e André Marchesi, com direção criativa de Felipe Barros Andrade e direção geral de André Pasquali.

HAVAS CONTRATA VP DE MÍDIA

Zorzella: experiência em BTL e ATL

Ex-Head of Media da Dentsu Brasil, onde comandou projeto de integração digital da agência, Marcio Zorzella é novo VP da área na Havas Brasil.

O executivo, que vai liderar uma equipe de 45 profissionais, já atuou também em agências como Santa Clara, Babel, Leo Burnett, Euro RSCG 4D, Y&R, F/Nazca, McCann e Click Isobar, além de ter dirigido áreas na Nike e ZipNet.

Com prêmios como Leão de Cannes e Effie Awards, Zorzella acumula experiência em BTL e ATL em mais de 20 anos de carreira.

“Trabalhei com o Zorzella em diferentes momentos da sua carreira. Hoje, o vejo como um dos profissionais de Mídia mais completos do mercado. Por isso, eu e o Erh estamos muito felizes em poder tê-lo no time nesse novo momento da agência”, diz Gal Barradas, Co-CEO do Havas Creative Group no Brasil.

ALMAP DIVERGE E ABRE MÃO DE C&A

“O tempo vai dizer se eles estão certos. Vamos deixar rolar para ver”, disse ao Blog Luiz Sanches, sócio e diretor geral de Criação da Almap BBDO, agência que em comunicado avisou que não atende mais a conta da C&A.

A relação que durou exatamente um ano proporcionou comerciais premiados e polêmicos, como “Misturados“, para o Dia dos Namorados e “Encontro“, para o Dia dos Pais, e peças digitais de impacto no mercado.

A Almap foi a segunda agência da empresa no país, onde a marca chegou em 1976 e manteve a house Avanti até 2007 quando contratou a DM9 DDB.

Assinado por Sanches, Cintia Gonçalves e Rodrigo Andrade, os outros sócios da agência, o comunicado diz: “Temos muito orgulho do trabalho realizado para a marca nos últimos 12 meses. Somente na primeira campanha foram 16 milhões de views e mais de 14 milhões de menções nas redes sociais. Com nossas campanhas, colocamos em pauta, no ambiente digital e nas ruas, temas importantes para a marca e para a sociedade. Desejamos boa sorte à C&A e que em 2017 a marca continue a trilhar o caminho que criamos juntos. Que misture, ouse e recomece”.

Segundo o criativo, não houve qualquer problema de ordem financeira, valor de fee ou taxa. “Foram divergências de filosofia mesmo, de escolha de caminhos de comunicação com os quais discordamos”.

E cumprindo o protocolo, a C&A também enviou ao Blog o seu comunicado oficial:

A C&A confirma que está em processo de encerramento da sua parceria com a Almap BBDO e agradece à agência todo o trabalho desenvolvido nos últimos 12 meses. A empresa manterá sua trajetória de conexão com os clientes, estabelecida há mais de 40 anos no Brasil, oferecendo produtos e experiência de moda sempre alinhados a uma comunicação inovadora, ética, ousada, conectada ao seu tempo e cada vez mais em sintonia com o ambiente digital e os novos canais de expressão de seus consumidores e da sociedade“.

 

GUARANY SE MODERNIZA NA ONDA “MAKER”

Guaranita, dos anos 40 ao século 21

Uma marca que até então remetia ao tempo das nossas vovós, se renova, moderniza e pega carona na tendência do “maker”, movimento que leva as pessoas a criarem e produzirem suas próprias roupas e acessórios de casa.

Fundada pelo químico italiano Ítalo Bellandi, nos anos 40, a Guarany Corantes, com sede em Itu, no interior paulista, se reposiciona no mercado e desenvolve estratégia de marketing para atingir o público jovem.

Entre outras ações, a empresa, referência nacional no segmento de corantes têxteis, remoçou sua mascote Guaranita, investe em comunicação nas redes sociais e reforça uso das cores como hobby ou fonte de renda, sob o conceito “Crie, Empreenda e Divirta-se”.

Nova linguagem em redes sociais

Através do slogan “Cores para Você”, a Guarany Corantes informa que possui a linha mais completa de corantes domésticos para roupas, artesanato e artigos de decoração.

A publicidade, a cargo da agência Sure Comunicação, especializada em identidade visual e marketing direto, segue resultados de estudos que apontam menos fidelidade às marcas em favor das vantagens financeiras.

Da mesma forma, peças de comunicação sugerem que recuperar roupas e objetos proporcionam momentos de descontração, além de proporcionar economia e possibilitar às pessoas fazerem dessa atividade um empreendimento próprio.

Assim, essa marca quase centenária, representada por uma personagem afinada com as décadas de 40 a 60, reaparece como uma garota moderna e antenada, com linguagem pronta para falar tanto com interlocutores B2B como com o consumidor final.

“Com cores e efeitos diferenciados, o tingimento vem crescendo nas classes A e B, com consumidores buscam cada vez mais produtos diferenciados e exclusivos. Por outro lado, as classes C e D enxergaram o tingimento como oportunidade para transformar o lixo em luxo e ainda empreender em algo novo”, explica Flávia Clementi, gerente de marketing da Guarany.

MC DONALD’S INVESTE EM NOVIDADE

A estratégia de se diferenciar cada vez mais da concorrência ganha mais um tópico no cardápio do Mc Donald’s. Um sanduíche no pão brioche, com dois hambúrgueres, cebola caramelizada, bacon, queijo cheddar branco e muito molho barbecue.

O novo lanche premium da linha exclusiva Signature da rede mereceu uma grande campanha publicitária assinada por duas agências, a DPZ&T e DM9 DDB.

Depois de lançar a novidade nas redes sociais com a hashtag #prazeremcriar que move toda a linha, o comercial de TV mostra a novidade dos pontos de vista do chef que o prepara e do consumidor que o saboreia.

“Queremos mostrar para os nossos clientes, a preocupação do McDonald’s com a qualidade dos nossos produtos, desde a seleção até a entrega em suas mesas. Buscando sempre proporcionar novas experiências”, diz Roberto Gnypek, Vice-Presidente de Marketing do McDonald´s Brasil.

A criação da campanha offline é de Daniel Motta, Vinicius Miike e Luciano Honda, com direção criativa de Rafael Urenha, Sérgio Mugnaini e Daniel Motta.

No digital, assinam a campanha Martina Martinez, Lucas Patricio, Marco Antonio Serra, Nádia Dezidério, Fábio Guimarães e Carla Cancellara com direção criativa de Arício Fortes, Adriano Alarcon e Carlos Schleder.

Produção da Oriental Films/Landia, com direção de Maxi Blanco e fotografia de Nico Hardy. Trilha da Lucha Libre, com produção de Paulinho Corcione e locução de Danilo Barbalaco.

 

NÃO ERA A PRIMEIRA. MAS FOI A ÚLTIMA

Clique na imagem para ampliar

Uma camiseta com frase sexista levou ao descredenciamento da marca Eiblu como parceira de Market Place da Dafiti no Brasil. A peça anunciada na semana passada classificou a frase “Mulher Burra” como pleonasmo.

Mas esse fabricante tem antecedentes, prometendo “amor” como resultado da equação “Homem + Mulher X Bebida Alcoólica”, ou pedindo para ser gentil com os gordinhos, que podem salvar sua vida numa suposta perseguição de um urso selvagem, e ainda o desenho de uma vaca transformando-se em mulher sob a frase “Evolução das Inimigas”.

Clique na imagem para ampliar

Site com mais de 9 milhões de visitas mensais e faturamento de R$ 592 milhões em 2015, a Dafiti, da multinacional GFG controlada pelo fundo alemão Rocket Internet, foi criada em 2011.

Aqui no país, briga pela liderança do varejo online de roupas e artigos esportivos com a NetShoes, criada no ano 2000, faturamento superior a R$ 1 bilhão e atual sócia do fundo Tiger Global.

 

Diante da repercussão negativa da preconceituosa camiseta que classifica como pleonasmo “Mulher Burra” ao lado de “Subir para Cima”, “Descer para Baixo” e “Político Ladrão”, a Dafiti suspendeu a venda do produto por R$ 49,90, informando que nenhuma unidade havia sido comercializada.

Mesmo lamentando o ocorrido e explicando que não compartilha a mensagem expressa, a Dafiti reconhece que seu controle de qualidade nesse caso não funcionou. “Estamos apurando a razão pela qual esse procedimento não foi cumprido nesse caso”, diz comunicado oficial de desculpas da empresa.

Nenhuma referência, porém, às outras peças citadas e disponibilizadas anteriormente em seu site.

Bio

Adonis Alonso- Jornalista e colunista de Marketing e Comunicação Publicitária.

Assessor no Brasil do Festival Ibero Americano de la Publicidad-FIAP.Coordenador de Conteúdo do Fórum de Marketing Empresarial e do Prêmio Lide de Marketing Empresarial.

Jurado do Prêmio Colunistas e autor do livro "Meus Amigos Publicitários".

Contato:alonso.adonis@gmail.com


Categorias


Arquivos


Blog do Adonis