Categorias Escolas

BRASIL CONQUISTA “STUDENT OF THE YEAR”

Publicado em
Clique para ampliar

Um meme da Copa do Mundo de 2014 protagonizado pelo treinador da seleção da Alemanha, Joachim Low, flagrado diversas vezes enfiando a mão e o dedo onde não se deve, inspirou a campanha “Dirty Hands”, criada por um grupo de alunos da Miami Ad School do Rio de Janeiro.

Um dos anúncios, “From Obama to Putin”, acabou proporcionando a Gabriel Moraes, Igor Pontes, Raquel Segal e Tiago Daltro, o título de “Student of the Year concedido pela Lürzer’s Archive, a “Bíblia” da criação mundial, à escola. O prêmio foi instituído em 2005 e essa é a primeira vez que a sede carioca da Miami Ad School conquista essa distinção.

A campanha foi desenvolvida para o “Hand Sanitizer” da Purell, um antisséptico para higienizar as mãos.

As três peças seguem o mesmo conceito: uma mão se suja, passa para outra, indo para uma terceira e assim por diante, até chegar no último personagem.

“O processo de criação foi intenso. Com um grande debate entre professores e orientadores do curso sobre ter uma assinatura ou não. No final, decidimos pelo mais simples”, conta Igor Costa, hoje redator da Heads.

As outras peças da campanha são “From Brad to DiCaprio”, com astros do cinema, e “From Maradona to Messi”, com personagens do esporte.

Para Rachel Segal, assistente de arte da NBS, o grande desafio da campanha foi encontrar imagens que faziam sentido. “As primeiras e últimas fotos das sequências foram piores, porque tinha que ser alguém fazendo algo não muito legal e outro reagindo. Uma hora, inclusive, quase desistimos da terceira peça, mas o Tiago persistiu e encontrou uma boa sequência”, disse.

“Competir com escolas do mundo inteiro e ganhar um dos prêmios mais disputados é sempre um indicador que nossa metodologia é inovadora e de excelência”, comemora Paulo André Bione, diretor acadêmico da Miami Ad Schoo.

A campanha “Dirty Hands” já foi premiada com Ouro no ADC (Art Directors Club) além de ter sido selecionada no Communication Arts, no Applied Arts e entrar para o shortlist do Golden Award of Montreux.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também