Categorias Sem categoria

RAP PRA DECORAR E USAR

Publicado em

Clipe de 4 minutos da agência Fields360 para o Conselho Nacional do Ministério Público e realizado pela Madre Mia Filmes foi um dos trabalhos brasileiros premiados no Ad Stars, festival que na última semana anunciou os vencedores em Busan, na Coreia do Sul.

A produção do filme “Direitos Humanos”, destacado com Medalha de Bronze, teve apoio da União Europeia e celebra os 70 anos da Declaração Universal de Direitos Humanos, comemorada em 2018.

O clipe retrata cada direito da Declaração em cenas que dão significado a questões como o direito à propriedade, moradia, saúde, educação, proibição da escravidão e tortura, casamento civil e consensual, trabalho justo, eliminação da discriminação de raça, cor, sexo, língua, religião, opinião, asilo em outros países, liberdade de pensamento, consciência, convicção, manifestação, pessoas com deficiências, recursos em uma Justiça independente e imparcial contra atos de violação dos direitos fundamentais como prisão, detenção, exílio  e muito mais.

No rap da trilha sonora, as cantoras e ativistas Karol Conka e Daniela Mercury dão voz e vez aos “Direitos Humanos”, declarando “todo ser humano tem direitos, mas de nada adianta se não são conhecidos e respeitados” e nessa linha recitam a variedade de temas do documento.

Na cena sobre liberdade de expressão, o rosto é da vereadora carioca Marielle Franco, assassinada em 2018 no Rio de Janeiro. Já na de invasão de privacidade, Daniela Mercury e sua companheira Malu Verçosa aparecem de maneira ostensiva e não autorizada, situação constrangedora comum a pessoas públicas.

O AD Stars 2019 é um festival cujo valor final é a “humanidade”, ou seja, servir como uma plataforma de comunicação para contribuir com um mundo melhor, combinando criatividade com tecnologia de ponta.

O filme tem redação de Hayre Borges, direção de arte de Athos Bernando e direção criativa de Thiago Reis. Produção executiva de Telma dos Reis e direção de produção de Ana Carolina Martins.

Direção de cena de Edu Pimenta e fotografia de Guille Musé. Composição e produção musical de Érico Moreira, da Lira Música. Aprovação de Raquel Dodge, Ivana, Tatiana Jebrine e Luana Loschi.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *