Categorias Agências

CAMINHO ABERTO PARA A FUSÃO?

Publicado em
John e Aurélio: volta pra casa

Decidida pelo grupo WPP em novembro do ano passado, a nova agência Wunderman JWT, resultado de fusão entre as duas marcas, pode estar caminhando para a definição no Brasil.

Embora não tenha relação direta com o assunto, foi anunciada nesta quinta-feira (8) a saída do CEO e CCO Ricardo John da JW Thompson. Ele assume as mesmas funções na FCB, substituindo respectivamente Aurélio Lopes, que se torna chairman da agência no Brasil e América Latina, e Joanna Monteiro, que passou a integrar o bord criativo global da rede.

John, dessa forma, retorna à FCB, onde conquistou parte de seus 40 Leões de Cannes, prêmios que se juntam a 24 One Shows, 6 D&AD e 12 Effies, entre outros prêmios internacionais.

Quanto à fusão entre Wunderman e JWT, Pedro Reiss, CEO da agência digital, afirma que os assuntos John e fusão não tem relação e que nada está definido sobre o tema no Brasil. “Vai acontecer, mas é preciso esperar para saber quando e como”, diz ele, que continua comandando a sua agência ainda separado da Thompson, inclusive fisicamente.

Reiss: quando e como

Reiss ocupa o cargo de CEO da Wunderman Brasil desde outubro de 2017, após ter atuado por 17 anos na Fbiz, também do grupo WPP, que começou como digital e hoje se autodefine como agência de comunicação integrada.

Ricardo John, novo CEO e CCO da FCB, começou sua carreira como estagiário na Age, no ano 2000. Trabalhou na Talent, se tornou diretor de Criação na Africa, em 2005, e ECD na ainda Giovanni Draft FCB, no ano seguinte. Chegou à JWT em setembro de 2011 como Diretor Executivo de Criação, foi nomeado CCO em 2012 e desde 2018 exercia o cargo de CEO.

“Já vinha planejando cuidadosamente esta sucessão desde o ano passado. Depois de 13 anos é chegada a hora de dar a FCB um novo comando, uma nova inspiração e liderança. Conheço o John há muito tempo e tenho uma enorme admiração por ele. É a pessoa certa na hora certa. Sigo numa posição mais institucional e estratégica, tanto para o Brasil quanto para a América Latina”, diz Aurélio Lopes.

“Eu não estou indo para a FCB. Estou voltando pra casa. Foi na FCB que fui Diretor de Criação e Diretor Executivo de Criação pela primeira vez. Sempre tive um carinho muito especial pela agência e pelo Aurélio. Aprendi muito com ele e tivemos uma parceria generosa e produtiva. Existe uma coincidência de valores muito grande entre nós. Acreditamos no poder da criatividade para construir marcas e que ambientes leves e felizes produzem os melhores trabalhos”, comemora Ricardo John.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *