Categorias Ação Social

LENDA URBANA QUE VIROU REALIDADE

Publicado em

O que por muitos anos pareceu ser apenas uma crendice popular, ganhou uma série de projetos sérios para se tornar realidade. Um deles, criado pela agência Mestiça para o Instituto Entre Rodas, prova que os lacres de latas de alumínio realmente podem se transformar em cadeiras de rodas.

Esta nova fase da campanha #NãoÉMito, continua tendo a parceria das cooperativas de catadores e das empresas metalúrgicas para a comercialização dos lacres. No final, são mostradas as entrega da cadeiras, fabricada sob medida, para crianças com deficiência física entre 5 e 14 anos.

A ação começou no Dia Internacional da Pessoa com Deficiência Física, em 3 de dezembro do ano passado, com um show na avenida Paulista em frente ao prédio da FIESP – em parceria com o SESI Cultural.

Na ocasião, enormes garrafas pets chamaram a atenção das mais de 30 mil pessoas que passam todos os domingos pela principal via de São Paulo, segundo a prefeitura de São Paulo.

“Uma cadeira de rodas custa hoje 5 mil e 400 reais, o equivalente a 3 milhões de lacres. Temos a sorte de ser parceira do fabricante Alphamix que, por acreditar tanto no nosso projeto, paga 50% da cadeira”, diz Eliane Lemos, diretora Executiva do Instituto Entre Rodas. “

É uma longa caminhada, mas temos um objetivo traçado, ou seja, dar às crianças autonomia para explorar o mundo ao seu redor, facilitar o acesso a uma vida ativa e normal para sua idade”, completa.

Hoje, a campanha #NãoÉMito já conta com o apoio de mais de 200 pontos de coletas por São Paulo, em empresas como Leroy Merlin, Goodstorage e Volkswagen, além de órgãos públicos e escolas. Pontos de coleta podem ser localizados no site da entidade.

Já foram mais 30 milhões de lacres arrecadados, ou seja, 30 toneladas que resultaram em 10 cadeiras de rodas fabricadas sob medida para crianças.

“A agência Mestiça abraçou a causa do Entre Rodas desde a primeira conversa que tivemos. O cenário de 120 mil crianças que precisam de uma cadeira de rodas é assustador e decidimos usar a nossa criatividade com a missão de facilitar a vida das crianças que precisam de uma cadeira de rodas”, conta Denis Filippini, sócio da Mestiça.

A criação da nova campanha é de Rafael Campeão, Rafael Prioli, Eduardo Basque, Marcus Rochah, Fabio Crociati e Van Gus Ribolla, com direção criativa de Luiz Parpulov, Head of Art de Eduardo Basque, Head Digital André Marino.

Produção do filme da Porque Eu, com direção de Gabriel Braga. Som da Lua Nova, com direção de Lua Collab.