Categorias Ação Social

FAVELA VIRA CAMISETA DE GRIFE

Publicado em

O projeto “Favelagrafia”, que expôs imagens de comunidades cariocas sob o olhar de quem vive nelas, agora torna-se coleção especial de camisetas da grife Reserva.

A ação, criada pela NBS Rio+Rio, escritório de publicidade social da agência criado em 2012 no morro Santa Marta, chegou m novembro passado ao Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro.

Um dos 12 Cariocas do Ano em 2016 eleito pela revista Veja Rio, Rony Meister, CEO e fundador da Reserva, abraçou a causa.

Ousado, polêmico e irreverente como as campanhas de sua marca, ele ajuda a difundir a causa que em julho do ano passado reuniu 9 fotógrafos de diferentes favelas para mostrar suas realidades apenas com seu talento e as câmeras de iPhones.

A exposição contou com 180 fotos mostrando moradores, histórias e paisagens desconhecidas das comunidades Morro do Borel, Santa Marta, Morro da Mineira, Complexo do Alemão, Providência, Cantagalo, Babilônia, Rocinha e Morro dos Prazeres.

O projeto da NBS Rio+Rio, base publicitária que visa criar e implementar projetos transformadores de marcas e empresas nas comunidades pacificadas, também renderá dividendos para os autores das imagens que se tornaram estampas das camisetas.

Além disso, o coletivo Favelagrafia também assina o ensaio de moda que divulga a nova coleção.

“Acreditamos que gerar renda é um dos principais motores de transformação social. Os fotógrafos foram remunerados para o ensaio da coleção e receberão um percentual sobre as vendas. Assim, conseguimos aliar visibilidade para o projeto e retorno financeiro para os nove participantes”, diz Aline Pimenta, diretora da NBS Rio+Rio.