Categorias Festivais

CLUBE CONSOLIDA FESTIVAL CRIATIVO

Publicado em

No último mês de abril, quando completou 40 anos, o CCSP se tornou apenas Clube de Criação. Nenhum descaso às entidades similares regionais que atuam pelo país. Apenas a constatação da representatividade que tem no mercado brasileiro. E a tradicional festa de entrega de prêmios do Anuário, que se tornou festival há três anos, consolida o evento como o mais importante da comunicação criativa nacional. Certeza absoluta que a Cinemateca paulista vai ficar pequena para edições futuras e que profissionais de marketing de anunciantes acabarão participando do encontro, como já ocorre em festivais internacionais. Nos debates já estiveram presentes, assim como também apareceram artistas de várias áreas, jornalistas, cineastas, esportistas, como já acontece em Cannes há algum tempo. O Festival do Clube, um trabalho de curadoria, organização e comercialização de patrocínios de Laís Prado, Ciça Bernadet e Mara Batistini, também deve muito à dupla Fernando Campos, atual presidente, e Eduardo Lima, o anterior, realizador do projeto. Palestras, debates, apresentações, interatividade, inovações, constaram do cardápio da edição 2015 do festival, além, claro, da premiação do 40º Anuário. Pelo quinto ano consecutivo, a F/Nazca Saatchi & Saatchi foi a agência mais premiada. Fábio Fernandes comemorou a conquista de quase 40% dos 81 prêmios concedidos. Entre eles, 13 Ouros em diversas categorias para o comercial “100”, de Leica Store, inédito Grand Prix brasileiro no Cannes Film Lions. A agência também ficou com 14 das 18 Estrelas de Ouro do Anuário. O Hall da Fama do Clube incluiu este ano em sua galeria Marcello Serpa e José Luiz Madeira. Junto com Alex Periscinoto, se tornaram sócios e desenharam a Almap BBDO, há 22 anos, deixando-a recentemente como uma das agências mais premiadas do mundo. Entre a fundação e o 40º aniversário do Clube de Criação, a propaganda brasileira tem muita história para contar. Em 1975, festejou o primeiro Leão de Ouro do país em Cannes, ganhou pelo filme “Homem de 40 Anos”, de Washington Olivetto e Francesc Petit, da DPZ para o Conselho Nacional de Propaganda, dirigido por Andres Bukowinski e locução de Ferreira Martins. E como se fosse uma premonição do título do comercial, 40 anos depois o Clube premia e reverencia o primeiro GP brasileiro no Cannes Film Lions.