Categorias Sem categoria

O FESTIVAL NUNCA MAIS SERÁ O MESMO

Publicado em
Esmeralda, Pascaline e o anúncio (clique e amplie)

A espanhola Pasqualina Benito, que se tornou Pascaline Petit em Cannes, e sua filha Esmeralda, já tiveram seu perfil exibido na seção “Portrait” do jornal francês Libération. Também ganharam exposição sobre seu exclusivo estilo de vestir e ainda participaram de longas-metragens. Na cidade do cinema mundial, participaram de seu primeiro festival em 1984, adotando a profissão de “entreter” turistas. O trabalho ganhou mais importância ainda em 95, com a morte de Damrom Petit, pai de Esmeralda. E a dupla se tornou “Mulheres Panteras”, símbolo de todos os eventos de Cannes. Nascida num 17 de abril qualquer, Pascaline faleceu na última sexta-feira (19), em Lille. Será sepultada amanhã, 26, levando com ela uma história folclórica, deixando como lembrança seus passeios pela Croisette e pela ladeira Saint Antoine,na memória de quem um dia já frequentou o mais charmoso balneário da Côte D’Azur. Convidadas de honra do Cannes Lions na gestão de Roger Hatchuel à frente do festival, elas participaram de uma série de encontros promovidos pela delegação brasileira ao longo dos anos. A lenda das “oncinhas” agora, pode morrer também ou seguir em Cannes com o “trottoir” solitário de Esmeralda, nascida em Armentière num 4 de junho da década de 60. A mesma Armentière onde o corpo de Pascaline ganhou visitação pública em seu velório. Do Brasil, que tantas histórias acumulou com as personagens, uma homenagem da revista.st, através de anúncio criado pelos publicitários Demer Rios e Tito Ribeiro.

on O FESTIVAL NUNCA MAIS SERÁ O MESMO
Categorias Produtoras

SAÍDAS DA CINE GERAM NOVA EMPRESA

Publicado em
Clóvis e Raul: vida que segue

O produtor Wal Tamagno, o diretor Felipe Mansur e a  executiva de Atendimento Ana Oliveira Mansur, estão deixando a Cine para abrir sua própria produtora, a ser anunciada em breve. Raul Doria vai acumular as funções de produção executiva, enquanto os outros sócios Clóvis Mello e Cris Vida continuam como principais diretores da casa. No Atendimento, o time segue com Deo Borba, Hingrit Nitsche, Jordana Ribeiro, Danielle Makauskas e Leticia Baptista. Com mais de 20 anos de atuação, a Cine Cinematográfica, ex-M21, é uma das principais produtoras de imagens do Brasil. Seu estilo de parcerias com agências e anunciantes ajudou a construir algumas das marcas mais importantes do país. “São três filhotes nossos que decidiram realizar o sonho da empresa própria. Por isso apoiamos e desejamos sucesso”, diz Raul Doria. Como ele conta, Wal Tamagno chegou à então M21 ainda garotinho há 23 anos, e passou por todas as áreas da empresa até assumir a produção e se tornar sócio em 2011, junto com a diretora Cris Vida. História parecida na Cine tem a Atendimento Ana Oliveira, que começou sua carreira na produtora, saiu para conhecer o lado das agências e voltou em 2008. Nesse período ela trabalhou na DM9 e Lew’Lara. O diretor Mansur é o que tem menos tempo de casa, mas também começou como estagiário de pesquisa até chegar às câmeras e ganhar Leões em Cannes. “É a vida que segue. Por enquanto não vamos mexer na produção nem no Atendimento. Quanto a diretores, como produtora estamos sempre atentos a novos profissionais”, conclui Raul Doria.

on SAÍDAS DA CINE GERAM NOVA EMPRESA
Categorias Televisão

FORMATA ESTREIA COM “A GRANDE FARSA”

Publicado em
Daniela: TV, Conteúdo e Brand Content

Uma das executivas brasileiras com maior experiência na produção de conteúdo para televisão, Daniela Busoli, ex-Endemol e Fremantle, as maiores do mundo no setor, lança sua própria empresa, a Formata Produções e Conteúdo. Operando no polo da Quanta, em São Paulo, com estúdio próprio de 800 metros quadrados, a Formata tem capital 100% nacional e como sócios o empresário Dody Sirena, da DC Set Promoções, e Patricia Lamounier, esposa do humorista Tom Cavalcante. “Nessa nova empreitada, temos como objetivo criar e produzir programas para a TV aberta e por assinatura, conteúdo de internet e projetos de Branded Content”, diz ela.

Dody: projeto entusiasma

“Também estou entusiasmado com a produtora, mas inicialmente ficarei apenas como sócio investidor, deixando toda a gestão com a Daniela”, explica Dody. O comando da nova empresa conta também com o diretor de produção Leonardo Lessa e a diretora Comercial Paula Barbizan, profissional que acompanhou Daniela na Endemol e na Fremantle. O primeiro projeto, já em andamento, é o programa “A Grande Farsa”, estrelado pelo humorista Welington Muniz, o “Ceará”, ex-Pânico, que deve estrear em julho no canal Multishow. Daniela Busoli começou sua carreira em 1994 na área de Marketing da Rhodia. Atuou um ano na agência de publicidade Matisse e trabalhou também na área de estratégia de vendas do portal iG. Foi diretora de Novos Negócios do departamento Comercial do SBT antes de chegar à Action Media, uma divisão da Endemol no Brasil. Em 2009 passou para a Endemol, quando a empresa abriu suas operações no país, até 2012, transferindo-se para a FremantleMedia Brasil, na qual chegou ao cargo de CEO, até maio deste ano. Entre as atrações que coordenou na tevê brasileira estão “O último passageiro” e “Mega Senha”, na Rede TV”, “O Aprendiz” e “Got Talent Brasil”, na Record, “Ídolos”, “Menino de Ouro” e “Cozinha sob pressão”, no SBT, entre outras.

on FORMATA ESTREIA COM “A GRANDE FARSA”
Categorias Sem categoria

COBERTOR NO INVERNO E LANÇAMENTO NO VERÃO

Publicado em

Ao mesmo tempo em que anuncia no país a estreia do longa-metragem animado em 3D “Peanuts, o Filme”, prevista para janeiro de 2016, a Fox Film do Brasil lança ação social de combate ao rigor do inverno. Aproveitando o personagem Linus, garoto que não desgruda de seu cobertor azul, a campanha envolve 161 cinemas na coleta das mantas de lã. Com o conceito “Ele já tem o dele. Doe para quem não tem”, a estratégia, criada pela Loducca, inclui material temático do filme divulgado nas salas de exibição engajadas na ação. O trabalho também tem peças digitais para o site e redes sociais. Linus Van Pelt, o menino do cobertor azul, é irmão de Lucy e melhor amigo de Charlie Brown nos quadrinhos da série “Peanuts”, de Charles Schulz, cuja maior estrela é o cachorro Snoopy. As tiras foram publicadas de 1950 até 15 de fevereiro do ano 2000, data da morte de Schulz. Lançada esta semana, a Campanha do Cobertor vigora até o próximo dia 21 de agosto, e o material arrecadado será doado a várias instituições de caridade. Participam da ação da exibidora Fox, as redes Cinemark, Cinesystem, Circuito Show, Playarte, Espaço Itaú, Cinespaço, Cinépolis, Cineart, Centerplex, Moviecom, Kinoplex, Grupo Cine, GNC, Cinematográfica Araújo, Cine Roxy e Circuito de Cinemas.

 

on COBERTOR NO INVERNO E LANÇAMENTO NO VERÃO
Categorias Campanhas

ARÁBIA PROVOCA LEMBRANÇA CRIATIVA

Publicado em
Woody: nariz denuncia (clique para ampliar)

Com conceito desenvolvido pelo diretor de Marketing do Arábia, Bruno Bianchi, criativos brasileiros descendentes de povos do Oriente Médio assinam a nova campanha do restaurante. De uma nova geração daqueles povos, esses publicitários guardam como maior recordação dos hábitos familiares, o gosto peculiar de sua comida tradicional.

Manir: 150% (clique para ampliar)

Convidados por Bianchi, Woody Gebara, fundador da Woody Comunicação, Manir Fadel, vice-presidente da Lew’Lara/TBWA, e Guilherme Jahara, Chief Creative Officer da Fbiz, produziram anúncios que começam a ser veiculados nos principais jornais do país. Neto de libaneses, palestinos e egípcios, Woody Gebara confirma que a comida é que identifica as raízes e passa de geração para geração, muito mais do que a língua ou a cultura. E completa: “Sabor árabe como o do Arábia, só na Arábia. Ou na casa dele”. Manir Fadel, por sua vez, tem suas raízes no Líbano, onde nasceram seus avós paternos.

Jahara: inesquecível (clique para ampliar)

“E ainda tenho 50% árabe por parte de mãe”, lembra. Mas aqui no Brasil, ou São Paulo, onde vive e trabalha, reside no bairro de Higienópolis, uma prova, como diz, de sua total integração com a comunidade judaica. Uma convivência que começou com seu “pai profissional”, Jacques Lewkowicz, um dos fundadores da Lew’Lara. Já Guilherme Jahara descende de bisavós libaneses, que chegaram ao Brasil no início do século XX, em anos diferentes. Casados, “seo” RAge e dona Bligia começaram uma nova família em Teresópolis, na serra fluminense. Sua ligação mais forte com a comida árabe vem da lembrança dos pratos da avó Yone, que não tinha descendência mas aprendeu tudo com a sogra, mãe do vovô Victor. “Do Hummos bi Tahine, do Babaganoush, do Tabule e do Quibe da Dona Yone, não esquecerei jamais”, conclui.

on ARÁBIA PROVOCA LEMBRANÇA CRIATIVA
Categorias Sem categoria

7 LEÕES PARA O BRASIL E GP PARA BRASILEIRA

Publicado em
Gisele e Under Armour: GP de Cyber

O vídeo “I will what I want”, da Droga5 de Nova York para a marca Under Armour de material esportivo, sucesso mundial protagonizado pela brasileira Gisele Bündchen, é o Grand Prix do Cyber Lions 2015. Com Sergio Gordilho, co-presidente da Africa no júri, o Brasil conquistou 7 Leões nessa área, sendo um de Ouro para “Print for Help”, da FCB para Hewlett-Packard. O país ganhou ainda dois Leões de Prata, ambos para a Africa, com “Mutant Font”  da ONG Anistia Internacional, e “Teste de Visão, da ESPN para divulgar a transmissão da UEFA Champions League. Os dois trabalhos também conquistaram Bronze em outras categorias. Os outros Leões de Bronze foram para DM9 DDB (“A voz da seca”/Akatu) e Loducca (“NFScan).

on 7 LEÕES PARA O BRASIL E GP PARA BRASILEIRA
Categorias Sem categoria

FESTIVAL PREMIA RESGATE HISTÓRICO

Publicado em
O muro da vergonha: GP de Rádio

O aniversário de 25 anos da queda do muro de Berlim mereceu uma peça publicitária de 7 minutos e 32 segundos, o tempo exigido pela intervenção sonora no SoundCloud para percorrer a extensão de 156 quilômetros da construção que envergonhou a Alemanha. O trabalho “The Berlim Wall of Sound”, da Grey Dusseldorf e Berlim, por sua vez, mereceu o Grand Prix do Radio Lions 2015, que teve Philipe Degen, da Talent, como jurado brasileiro. O país conquistou 4 Leões nessa área: Um de Prata para “Parking Radio”, da Africa para FMA Seguros, e 3 Bronzes, para “Sopa”, da Talent para lojas de conveniência AM/PM, para “Gay Frequency”, da Lew`Lara/TBWA para Mix Brasil e “Radio Finger”, da Y&R para o grupo Petrópolis. Na área de Design, que contou com a brasileira Ana Couto no júri, a propaganda do país ganhou 7 Leões, com destaque para 5 prêmios só para a F/Nazca, sendo 2 de Prata e 3 de Bronze, para Galeria Leica e Pinacoteca do Estado de São Paulo. Lobo também conquistou um Prata e a Africa um Bronze. Neste terceiro dia oficial do Cannes Lions 2015, também foram divulgados os resultados das competições de Cyber e Design do Young Lions, nas quais o Brasil conquistou 2 Leões de Bronze: Cyber, com Nayara Lima da DM9 DDB e Marcio Bento da Leo Burnett Tailor Made, e Design com Fabiano Hikaru Higashi e Gabriel Guedelha, dupla da F/Nazca S&S.

on FESTIVAL PREMIA RESGATE HISTÓRICO