Conte√ļdo

HOLLYWOOD TV UNE ASTROS E MARCAS

Publicado em
Assumpção, Marques, Daniela, Silva e Hasan

Especializada em gera√ß√£o de Conte√ļdo com a participa√ß√£o de astros de cinema e TV em eventos, promo√ß√Ķes e a√ß√Ķes de marketing, a Hollywood TV chega ao Brasil. Presente em 196 pa√≠ses e comandada por Sheeraz Hasan, Paresh A. Shah e Ric Wake, a empresa atinge um total de 2 bilh√Ķes de telespectadores em todo o mundo. Suas a√ß√Ķes s√£o divulgadas por canal pr√≥prio em diversas plataformas de m√≠dia, como emissoras de TV, portais, sites e nas redes sociais Facebook, Twitter e Instagram. Al√©m disso, atrav√©s de parceria estrat√©gica com a Reuters, maior ag√™ncia internacional de not√≠cias, leva informa√ß√£o a mais de 1.400 broadcasters, via canais e programas globais. A Hollywood TV vai operar no Pa√≠s em sociedade com o publicit√°rio Pedro Assump√ß√£o, ex-Geo Eventos, Naked e Grupo ABC, Ricardo Marques, acionista e vp da Vevo.com, maior plataforma de videoclipes do mundo, Daniela Graicar, diretora-presidente do Grupo MTCom, e Alison Silva, que atuou por 6 anos como o coo da Hollywood.TV em Los Angeles. Os produtos da Hollywood.TV incluem a√ß√Ķes customizadas com celebridades hollywoodianas, conte√ļdo e divulga√ß√£o global. ‚ÄúPara trazer a magia de Hollywood ao Brasil lan√ßaremos o neg√≥cio com o produto mais especial da HTV, o Reality Branding 360. O processo consiste em conectar marcas, sejam produtos, cidades ou artistas brasileiros, a grandes astros de Hollywood com os quais a HTV det√©m relacionamento nos EUA e distribuir o conte√ļdo por meio da poderosa rede de parceiros‚ÄĚ, explica Assump√ß√£o. Entre os principais cases de sucesso da Hollywood.TV no mundo destacam-se o lan√ßamento da marca de energ√©ticos Mr. Pink, que contou com a participa√ß√£o in√©dita dos filhos de Michael Jackson e de Lindsay Lohan, a promo√ß√£o mundial de v√°rios empreendimentos de Dubai com Kim Kardashian e a promo√ß√£o da franquia Millions of Milkshake com a megastar mundial Miley Cyrus.

on HOLLYWOOD TV UNE ASTROS E MARCAS

Sem categoria

√Č HORA DE ESTABELECER LIMITES

Publicado em
Binder: valorizar a atividade

Ao assumir o comando da Fenapro nesta quinta-feira (31), o carioca Glaucio Binder, ex-presidente da ABAP-Rio e principal acionista da ag√™ncia Binder Vis√£o Estrat√©gica, comprometeu-se a lutar pela regulamenta√ß√£o das regras de remunera√ß√£o do CENP. ‚ÄúNossa preocupa√ß√£o √© proporcionar ao mercado uma real percep√ß√£o de valor do trabalho das ag√™ncias‚ÄĚ, disse. Binder substitui o sul-matogrossense Ricardo Nabhan de Barros e assume a entidade tendo como vice o ga√ļcho C√©sar Paim. ‚ÄúN√£o podemos ficar √† merc√™ de taxas irris√≥rias impostas pelos anunciantes‚ÄĚ, garantiu. Ele vai desenvolver sua atua√ß√£o baseado em tr√™s pontos: defesa da categoria, dotar os mercados de infraestrutura e valorizar a atividade. ‚ÄúContinuamos contando com a experi√™ncia importante da advogada doutora Helena Z√≥ia nas quest√Ķes jur√≠dicas e tribut√°rias, vamos olhar para o interior e desenvolvimento de outras regi√Ķes e dar prioridade √† valoriza√ß√£o do trabalho das ag√™ncias. A quest√£o da remunera√ß√£o das empresas do setor √© realmente um assunto que preocupa o novo presidente da Fenapro. ‚ÄúComo diz Adilson Xavier, a quem respeito e admiro, podemos negociar tudo, menos a Cria√ß√£o, que √© a mat√©ria prima da atividade‚ÄĚ, afirmou. Com isso, quer dizer que os anunciantes n√£o podem incluir todas as √°reas de atua√ß√£o de uma ag√™ncia num mesmo pacote de pagamento por comiss√£o de investimento em m√≠dia. ‚ÄúPara fazer um bom trabalho temos que investir em pesquisa, em planejamento, em profissionais de M√≠dia que entendam o momento atual da comunica√ß√£o, a diversidade de meios. Vamos valorizar o que se entrega ao cliente para poder fixar uma melhor remunera√ß√£o‚ÄĚ, disse. Finalizando, Binder defendeu a regionaliza√ß√£o da atividade como uma das bandeiras da Fenapro. ‚ÄúTemos exemplos dos Estados Unidos, onde ag√™ncias eficientes e premiadas surgiram em locais diferentes dos grandes centros. Aqui tamb√©m queremos isso. Vamos valorizar os talentos onde quer que estejam, para que as empresas de fora do eixo tamb√©m possam se destacar e conquistar clientes com atua√ß√£o nacional‚ÄĚ, concluiu.

on √Č HORA DE ESTABELECER LIMITES

VídeoBlog

UMA CARREIRA DE HUMOR, LE√ēES E CONTE√öDO

Publicado em
Zé Luiz, o diretor Helio Sileman e este colunista

Jos√© Luiz Martins trabalhou com Marcello Serpa e Nizan Guanaes. Como ele diz, fez faculdade na Almap e p√≥s-gradua√ß√£o na Africa. Tamb√©m passou pela Young & Rubicam e NeogamaBBH. Foram poucas mas boas ag√™ncias em 20 anos de carreira. Nesse per√≠odo, por sua facilidade em produzir textos humor√≠sticos, ¬†tamb√©m partiu para o stand up comedy. E enquanto d√° um tempo na propaganda, continua no espet√°culo ‚ÄúSem p√© nem cabe√ßa‚ÄĚ e apresentando para empresas o CNPJ (Com√©dia Nacional em Pessoa Jur√≠dica). Tamb√©m √© professor da Miami Ad School e desenvolve projetos de conte√ļdo cultural. Produzido pelo Studio S.A. com assinatura do diretor Helio Sileman, ex-TVs Globo e Bandeirantes, novo Videoblog tem Z√© Luiz como personagem. Assista aqui.

on UMA CARREIRA DE HUMOR, LE√ēES E CONTE√öDO

Livros

PRESIDENTE DA ABA ESTREIA NA LITERATURA

Publicado em
Ciaco: olhar clínico e participativo

O primeiro livro de Jo√£o Batista Ciaco, presidente da ABA e diretor de publicidade e marketing de relacionamento da Fiat, trata dos mecanismos da linguagem que permitem a constru√ß√£o de um discurso inovador na comunica√ß√£o publicit√°ria. ‚ÄúA Inova√ß√£o em Discursos Publicit√°rios‚ÄĚ, publicado pela Editora Esta√ß√£o das Letras e Cores, √© resultado de um olhar cl√≠nico e participativo do executivo. Ele analisa a publicidade da ind√ļstria automobil√≠stica dos √ļltimos anos e constr√≥i um caminho que conecta a semi√≥tica e o marketing, apresentando novas abordagens para os conceitos de cross media e multimeios. ‚ÄúEsse trabalho √© fruto do anseio em buscar novos olhares sobre o mercado em que atuo‚ÄĚ, diz Ciaco. A obra ser√° lan√ßada no pr√≥ximo dia 6 de novembro, √†s 18h30, na Livraria Cultura do Conjunto Nacional, em S√£o Paulo. Graduado em engenharia e administra√ß√£o de empresas, com p√≥s-gradua√ß√£o em marketing pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Ciaco tamb√©m √© mestre em administra√ß√£o de empresas pela Funda√ß√£o Get√ļlio Vargas e doutor em comunica√ß√£o e semi√≥tica pela PUC-SP. Em 2012 foi o jurado brasileiro na categoria Creative Effectiveness no 59th Cannes Lions International Festival of Creativity e no New York Festivals. Em 2013 foi o presidente do j√ļri de Efetividade Criativa do FIAP (Festival Iberoamericano de la Publicidad).

on PRESIDENTE DA ABA ESTREIA NA LITERATURA

Sem categoria

GISELE SORRI MAIS COM ORAL B

Publicado em

A for√ßa do sorriso √© o tema da nova campanha digital da linha Oral B 3D White, da P&G, criada pela Africa. Um filme de 90 segundos estrelado pela top model Gisele B√ľndchen j√° est√° veiculando na Internet. Atua√ß√£o da garota-propaganda da marca com v√°rios figurinos tem ilustra√ß√Ķes e anima√ß√Ķes do artista gr√°fico Adhemas Batista, brasileiro radicado em Los Angeles. A trilha √© baseada no hit dos anos 80 ‚ÄúYou Make My Dreams Come True‚ÄĚ, que voltou ao sucesso com o filme ‚Äú500 Dias Com Ela‚ÄĚ.¬†“Al√©m da beleza indiscut√≠vel, a versatilidade da Gisele permitiu que a gente fizesse um filme bastante din√Ęmico mostrando v√°rios tipos de sorrisos”, explica Eco Moliterno, Head of Digital da ag√™ncia Africa. Cria√ß√£o de Rafael Ziggy, Adhemas Batista e Bruno Couto, com dire√ß√£o criativa de Moliterno e Alexandre Prado. Dire√ß√£o geral de Sergio Gordilho. Produ√ß√£o da Delicatessen Filmes, com dire√ß√£o de Georgia Guerra Peixe e fotografia de Pierre de Kerchove. Efeitos 3D da ClanVfx e √°udio da Sustain.

on GISELE SORRI MAIS COM ORAL B

Televis√£o

NO√á√ēES B√ĀSICAS DE MARKETING NO APRENDIZ

Publicado em
P√ļblico reprova demiss√£o de Lucas por Justus

Confort√°vel em sua experi√™ncia de 30 anos √† frente de ag√™ncias de publicidade, Roberto Justus foi enf√°tico ao apontar falhas grotescas no v√≠deo produzido pela equipe Flecha na 6¬™ edi√ß√£o deste ano do Aprendiz. Os seis candidatos, assim como os concorrentes da equipe Sinergia, tiveram que atender o briefing apresentado pelo programa de milhagem a√©rea Smiles que pediu um filme com o tema ‚ÄúSonhos‚ÄĚ. Com certeza Gugu Liberato teria feito muito melhor em seu quadro ‚ÄúDe volta pro meu aconchego‚ÄĚ. O mesmo tema √© utilizado por outros comunicadores como Eliana, Ratinho, Luciano Huck e at√© Faust√£o. A diferen√ßa √© o or√ßamento e o tempo. Enquanto esses gastam alguns milhares de reais, as equipes do Aprendiz tinham em m√£os apenas 20 mil milhas para gastar e dois dias para completar a tarefa. Mas a base era a mesma, ou seja, proporcionar uma viagem desde S√£o Paulo a pessoas sem condi√ß√Ķes de comprar bilhetes para rever parentes que n√£o encontram h√° muito tempo. A decis√£o parecia e foi √≥bvia. Enquanto a Sinergia levou uma trabalhadora para fazer surpresa √† av√≥ em Arapiraca, Alagoas, nove anos ap√≥s o √ļltimo abra√ßo, a Flecha convocou uma trapezista do circo Stankowich e seu beb√™ de oito meses para visitar a fam√≠lia em Jacarepagu√°, no Rio de Janeiro, que esteve presente ao parto da crian√ßa. Sim, al√©m de gastar as 20 mil milhas em uma viagem de 35 minutos de avi√£o e 400 quil√īmetros de dist√Ęncia, que poderia ter trocado por uma passagem de 75 reais em √īnibus, a equipe Flecha ainda realizou um v√≠deo p√≠fio. A edi√ß√£o final n√£o tinha imagens de aeroporto, de esteira, de malas ou do interior do avi√£o, como fez a concorrente. Em ambas sobrou emo√ß√£o. Mayt√™ Carvalho, l√≠der da equipe perdedora, foi a mais emocionada. Derrubou l√°grimas em seu pr√≥prio v√≠deo, mais ainda ao assistir a pe√ßa concorrente e quase provocou um dil√ļvio ao saber da derrota. Emo√ß√£o maior, por√©m, foi reservada por Justus. Atendendo orienta√ß√£o de seus conselheiros Walter Longo e Renato Santos, demitiu o √ļnico integrante da equipe que havia alertado os companheiros sobre o erro que estava sendo cometido. O presidente do grupo Newcomm, que oferecer√° emprego ao vencedor da atra√ß√£o, o presidente da Grey Brasil e o consultor do Sebrae, foram reprovados pelo p√ļblico. No site do Aprendiz, Mayt√™ teve 70,73% de indica√ß√Ķes para a demiss√£o, enquanto Lucas Broch, afastado do programa, registrou apenas 11,59%.

on NO√á√ēES B√ĀSICAS DE MARKETING NO APRENDIZ

Sem categoria

SEARA DEIXA ALMAP E PODE VOLTAR AO ABC

Publicado em

"M√£e e Filha": campanha de Natal 2012Conquistada em junho de 2012, a conta da Seara Alimentos, na √©poca empresa do grupo Marfrig, est√° saindo da Almap BBDO. Nesse per√≠odo, a ag√™ncia produziu uma √ļnica campanha para o Natal do ano passado, que teve como pe√ßa principal o filme ‚ÄúM√£e e Filha‚ÄĚ. Comprada pelo JBS por R$ 5,5 bilh√Ķes em junho passado, a marca pode retornar √† carteira de clientes do grupo ABC. Informa√ß√Ķes de bastidores indicam que o novo comando da empresa fixou entre 0 e 2% a taxa a ser paga por servi√ßos de publicidade. Diante dessa realidade, a Almap BBDO preferiu abrir m√£o da conta. O anunciante, que foi atendido pela ag√™ncia Africa at√© o in√≠cio de 2012, agora tem em seu Conselho o executivo Tarek Faraht, presidente da P&G Am√©rica Latina. Sua amizade e relacionamento com Nizan Guanaes sugerem a retomada do trabalho publicit√°rio da Seara pela holding ABC. Al√©m da venda, a empresa tamb√©m perdeu sua condi√ß√£o de patrocinadora da sele√ß√£o brasileira de futebol, substitu√≠da pela BRF- Brasil Foods

on SEARA DEIXA ALMAP E PODE VOLTAR AO ABC