Campanhas

MAMÃE MOTOGIRL NO DELIVERY DE IFOOD

Publicado em

Isabella Robinson encontrou uma maneira de ver o atarefado filho, que nas 24 horas do dia tem que escrever roteiros, decorar texto de teatro, do programa de TV, criar stand up comedy e ainda dormir e encomendar um pedido rĂĄpido de comida no IFood.

Equipada como motogirl, assim ela justificou a surpresa ao tocar a campainha da casa de FĂĄbio Porchat para fazer a entrega.

AlĂ©m de gerenciar redes sociais da sua criatura, Isabella tambĂ©m jĂĄ foi gerente de marketing da HumaitĂĄ Louças, alĂ©m de professora de inglĂȘs.

Talvez por isso sua atuação na frente das cñmeras não tenha sido exatamente uma missão muito difícil. Ela já participou do episódio “Em Família”, do Porta dos Fundos, e foi a personagem da entrevista que encerrou o primeiro programa de Porchat na Record.

Com desenvoltura, gravou com ele o quinto comercial da primeira campanha do aplicativo de comida delivery criada pela Almap BBDO.

A estratégia, desenvolvida para TV por assinatura, Internet e Redes Sociais, jå apresentou filmes com o cantor Maurício Manieri, com as irmãs Preta e Bela Gil e com o próprio Porchat.

A campanha com o conceito “Pra qualquer fome” foi criada por Fernando Duarte e Henrique Del Lama, com direção criativa de Pernil e AndrĂ© Gola. Produção da Boiler Filmes, com direção de DulcĂ­dio Caldeira e fotografia de Adrian Teijido. Trilha da Raw Áudio.

 

on MAMÃE MOTOGIRL NO DELIVERY DE IFOOD

Campanhas

DEMITIDOS, LIMÕEZINHOS CRIAM NOVA RUFFLES

Publicado em

A Pepsi cria ativação de marketing inédita no país aproveitando o recall dos limÔezinhos, personagens da versão Twist da bebida. Eles são usados para o lançamento de um novo sabor da batata Ruffles, marca também pertencente à companhia.

Da uniĂŁo entre o refrigerante e a marca de snacks surge a Ruffles LimĂŁo, anunciada ao pĂșblico atravĂ©s de campanha nas redes sociais.

A estratégia conta com animação 2D e jogo para smartphones criados pela Rapp Brasil em parceria com as produtoras de animação Le Cube, de games Eeze Games e de som Audioman.

O storyline conta sobre a demissão dos LimÔezinhos da Pepsi e o novo emprego da dupla na Ruffles, onde lançam a ideia do novo sabor.

“Essas iniciativas representam uma nova era de geração de conteĂșdo e a oportunidade de entregarmos aos nossos consumidores novas e interessantes formas de interação com a marca”, diz Guilherme Marangon, gerente de Marketing de Pepsi.

Lillian Dakessian, gerente de Marketing de Ruffles, por sua vez, entende que a parceria reforça a personalidade das marcas, jå que ambas adotam uma linha de comunicação espontùnea e irreverente nas redes sociais.

Criação de Lucas da Silva, Murilo Dada e André Marchesi, com direção criativa de Felipe Barros Andrade e direção geral de André Pasquali.

on DEMITIDOS, LIMÕEZINHOS CRIAM NOVA RUFFLES

AgĂȘncias

HAVAS CONTRATA VP DE MÍDIA

Publicado em
Zorzella: experiĂȘncia em BTL e ATL

Ex-Head of Media da Dentsu Brasil, onde comandou projeto de integração digital da agĂȘncia, Marcio Zorzella Ă© novo VP da ĂĄrea na Havas Brasil.

O executivo, que vai liderar uma equipe de 45 profissionais, jĂĄ atuou tambĂ©m em agĂȘncias como Santa Clara, Babel, Leo Burnett, Euro RSCG 4D, Y&R, F/Nazca, McCann e Click Isobar, alĂ©m de ter dirigido ĂĄreas na Nike e ZipNet.

Com prĂȘmios como LeĂŁo de Cannes e Effie Awards, Zorzella acumula experiĂȘncia em BTL e ATL em mais de 20 anos de carreira.

“Trabalhei com o Zorzella em diferentes momentos da sua carreira. Hoje, o vejo como um dos profissionais de MĂ­dia mais completos do mercado. Por isso, eu e o Erh estamos muito felizes em poder tĂȘ-lo no time nesse novo momento da agĂȘncia”, diz Gal Barradas, Co-CEO do Havas Creative Group no Brasil.

on HAVAS CONTRATA VP DE MÍDIA

AgĂȘncias

ALMAP DIVERGE E ABRE MÃO DE C&A

Publicado em

“O tempo vai dizer se eles estĂŁo certos. Vamos deixar rolar para ver”, disse ao Blog Luiz Sanches, sĂłcio e diretor geral de Criação da Almap BBDO, agĂȘncia que em comunicado avisou que nĂŁo atende mais a conta da C&A.

A relação que durou exatamente um ano proporcionou comerciais premiados e polĂȘmicos, como “Misturados“, para o Dia dos Namorados e “Encontro“, para o Dia dos Pais, e peças digitais de impacto no mercado.

A Almap foi a segunda agĂȘncia da empresa no paĂ­s, onde a marca chegou em 1976 e manteve a house Avanti atĂ© 2007 quando contratou a DM9 DDB.

Assinado por Sanches, Cintia Gonçalves e Rodrigo Andrade, os outros sĂłcios da agĂȘncia, o comunicado diz: “Temos muito orgulho do trabalho realizado para a marca nos Ășltimos 12 meses. Somente na primeira campanha foram 16 milhĂ”es de views e mais de 14 milhĂ”es de mençÔes nas redes sociais. Com nossas campanhas, colocamos em pauta, no ambiente digital e nas ruas, temas importantes para a marca e para a sociedade. Desejamos boa sorte Ă  C&A e que em 2017 a marca continue a trilhar o caminho que criamos juntos. Que misture, ouse e recomece”.

Segundo o criativo, nĂŁo houve qualquer problema de ordem financeira, valor de fee ou taxa. “Foram divergĂȘncias de filosofia mesmo, de escolha de caminhos de comunicação com os quais discordamos”.

E cumprindo o protocolo, a C&A também enviou ao Blog o seu comunicado oficial:

A C&A confirma que estĂĄ em processo de encerramento da sua parceria com a Almap BBDO e agradece à agĂȘncia todo o trabalho desenvolvido nos Ășltimos 12 meses. A empresa manterĂĄ sua trajetĂłria de conexĂŁo com os clientes, estabelecida hĂĄ mais de 40 anos no Brasil, oferecendo produtos e experiĂȘncia de moda sempre alinhados a uma comunicação inovadora, Ă©tica, ousada, conectada ao seu tempo e cada vez mais em sintonia com o ambiente digital e os novos canais de expressĂŁo de seus consumidores e da sociedade“.

 

on ALMAP DIVERGE E ABRE MÃO DE C&A

Empresas

GUARANY SE MODERNIZA NA ONDA “MAKER”

Publicado em
Guaranita, dos anos 40 ao século 21

Uma marca que atĂ© entĂŁo remetia ao tempo das nossas vovĂłs, se renova, moderniza e pega carona na tendĂȘncia do “maker”, movimento que leva as pessoas a criarem e produzirem suas prĂłprias roupas e acessĂłrios de casa.

Fundada pelo quĂ­mico italiano Ítalo Bellandi, nos anos 40, a Guarany Corantes, com sede em Itu, no interior paulista, se reposiciona no mercado e desenvolve estratĂ©gia de marketing para atingir o pĂșblico jovem.

Entre outras açÔes, a empresa, referĂȘncia nacional no segmento de corantes tĂȘxteis, remoçou sua mascote Guaranita, investe em comunicação nas redes sociais e reforça uso das cores como hobby ou fonte de renda, sob o conceito “Crie, Empreenda e Divirta-se”.

Nova linguagem em redes sociais

AtravĂ©s do slogan “Cores para VocĂȘ”, a Guarany Corantes informa que possui a linha mais completa de corantes domĂ©sticos para roupas, artesanato e artigos de decoração.

A publicidade, a cargo da agĂȘncia Sure Comunicação, especializada em identidade visual e marketing direto, segue resultados de estudos que apontam menos fidelidade Ă s marcas em favor das vantagens financeiras.

Da mesma forma, peças de comunicação sugerem que recuperar roupas e objetos proporcionam momentos de descontração, além de proporcionar economia e possibilitar às pessoas fazerem dessa atividade um empreendimento próprio.

Assim, essa marca quase centenåria, representada por uma personagem afinada com as décadas de 40 a 60, reaparece como uma garota moderna e antenada, com linguagem pronta para falar tanto com interlocutores B2B como com o consumidor final.

“Com cores e efeitos diferenciados, o tingimento vem crescendo nas classes A e B, com consumidores buscam cada vez mais produtos diferenciados e exclusivos. Por outro lado, as classes C e D enxergaram o tingimento como oportunidade para transformar o lixo em luxo e ainda empreender em algo novo”, explica Flávia Clementi, gerente de marketing da Guarany.

on GUARANY SE MODERNIZA NA ONDA “MAKER”

Campanhas

MC DONALD’S INVESTE EM NOVIDADE

Publicado em

A estratĂ©gia de se diferenciar cada vez mais da concorrĂȘncia ganha mais um tĂłpico no cardĂĄpio do Mc Donald’s. Um sanduĂ­che no pĂŁo brioche, com dois hambĂșrgueres, cebola caramelizada, bacon, queijo cheddar branco e muito molho barbecue.

O novo lanche premium da linha exclusiva Signature da rede mereceu uma grande campanha publicitĂĄria assinada por duas agĂȘncias, a DPZ&T e DM9 DDB.

Depois de lançar a novidade nas redes sociais com a hashtag #prazeremcriar que move toda a linha, o comercial de TV mostra a novidade dos pontos de vista do chef que o prepara e do consumidor que o saboreia.

“Queremos mostrar para os nossos clientes, a preocupação do McDonald’s com a qualidade dos nossos produtos, desde a seleção atĂ© a entrega em suas mesas. Buscando sempre proporcionar novas experiĂȘncias”, diz Roberto Gnypek, Vice-Presidente de Marketing do McDonaldÂŽs Brasil.

A criação da campanha offline é de Daniel Motta, Vinicius Miike e Luciano Honda, com direção criativa de Rafael Urenha, Sérgio Mugnaini e Daniel Motta.

No digital, assinam a campanha Martina Martinez, Lucas Patricio, Marco Antonio Serra, Nådia Dezidério, Fåbio Guimarães e Carla Cancellara com direção criativa de Arício Fortes, Adriano Alarcon e Carlos Schleder.

Produção da Oriental Films/Landia, com direção de Maxi Blanco e fotografia de Nico Hardy. Trilha da Lucha Libre, com produção de Paulinho Corcione e locução de Danilo Barbalaco.

 

on MC DONALD’S INVESTE EM NOVIDADE

PolĂȘmica

NÃO ERA A PRIMEIRA. MAS FOI A ÚLTIMA

Publicado em
Clique na imagem para ampliar

Uma camiseta com frase sexista levou ao descredenciamento da marca Eiblu como parceira de Market Place da Dafiti no Brasil. A peça anunciada na semana passada classificou a frase “Mulher Burra” como pleonasmo.

Mas esse fabricante tem antecedentes, prometendo “amor” como resultado da equação “Homem + Mulher X Bebida AlcoĂłlica”, ou pedindo para ser gentil com os gordinhos, que podem salvar sua vida numa suposta perseguição de um urso selvagem, e ainda o desenho de uma vaca transformando-se em mulher sob a frase “Evolução das Inimigas”.

Clique na imagem para ampliar

Site com mais de 9 milhÔes de visitas mensais e faturamento de R$ 592 milhÔes em 2015, a Dafiti, da multinacional GFG controlada pelo fundo alemão Rocket Internet, foi criada em 2011.

Aqui no país, briga pela liderança do varejo online de roupas e artigos esportivos com a NetShoes, criada no ano 2000, faturamento superior a R$ 1 bilhão e atual sócia do fundo Tiger Global.

 

Diante da repercussão negativa da preconceituosa camiseta que classifica como pleonasmo “Mulher Burra” ao lado de “Subir para Cima”, “Descer para Baixo” e “Político Ladrão”, a Dafiti suspendeu a venda do produto por R$ 49,90, informando que nenhuma unidade havia sido comercializada.

Mesmo lamentando o ocorrido e explicando que não compartilha a mensagem expressa, a Dafiti reconhece que seu controle de qualidade nesse caso não funcionou. “Estamos apurando a razão pela qual esse procedimento não foi cumprido nesse caso”, diz comunicado oficial de desculpas da empresa.

Nenhuma referĂȘncia, porĂ©m, Ă s outras peças citadas e disponibilizadas anteriormente em seu site.

on NÃO ERA A PRIMEIRA. MAS FOI A ÚLTIMA