Categorias Opinião

O PERIGO DA ASSOCIAÇÃO DE MARCAS

Publicado em

Ninguém poderia imaginar ou prever a tragédia, até porque a ideia era simplesmente inovar e oferecer, com ineditismo, uma diversão com tecnologia capaz de proporcionar uma interação 100% digital no Beach Park.

O destino, a fatalidade, a imprudência, negligência ou qualquer outro fato, porém, destruiu uma ideia e uma parceria que acabava de ser firmada entre a empresa de entretenimento e duas marcas respeitadas no país.

Anunciado com alarde, o Vaikanrá, a novíssima atração do famoso parque aquático de Fortaleza, incluía a chancela de Visa e GetNet, do grupo Santander, para proporcionar aos frequentadores do brinquedo um vídeo sobre sua “performance”, vencendo o desafio contra o maior toboágua do mundo.

Ricardo Hill, locutor da Nova Brasil FM

Não deu tempo de colher os resultados do investimento, que chegou a R$ 15 milhões com a instalação total da atração. Conhecido pela ousadia no segmento, o Beach Park, que em 2017 registrou a incrível marca de um milhão de visitantes, radicalizou ainda além do Vaikuntudo do ano passado.

Três dias depois de oficialmente inaugurado, com a presença de personalidades da TV e da Internet como Mariana Ximenes, Sophia Abrahão, Mirella Santos, Ceará, Larissa Manoela, Romulo Estrela, Sergio Malheiros e Whindersson Nunes, o brinquedo provocou nesta segunda-feira (16), a morte do radialista Ricardo Hill, que passava férias no Ceará.

Ricardo Hosé Hilário da Silva, o Ricardo Hill, de 43 anos, que apresentava o programa “Nova Manhã” das 6 às 8 horas na Nova Brasil FM, emissora paulista do grupo Sol Panamby, perdeu o equilíbrio numa das curvas de descida do toboágua quando a boia com quatro pessoas virou e bateu a cabeça na superfície do brinquedo.

Hill, produtor e locutor, também havia trabalhado nas rádios FM Metropolitana, Jovem Pan, Transamérica e na extinta Rádio Cidade. Deixou esposa e filha e não teve tempo de assistir nem compartilhar o vídeo de sua descida radical.

Em comunicado oficial, o Beach Park lamentou o ocorrido, informou que está prestando apoio à família do radialista, que não abre nesta terça-feira (17) e que o Vaikanrá só voltará a funcionar após apuração pericial das causas do acidente.