Categorias Campanhas

MELHOR SÓ SORRIR

Publicado em

No primeiro comercial da nova e bem-humorada campanha da Audi, criada pela Almap BBDO, o surfista Gabriel Medina, embaixador da marca desde 2017, é orientado a não falar nada, apenas sorrir, já que outros protagonistas tiveram muita dificuldade para pronunciar “Außergewöhnlich, ou extraordinário em alemão.

No ar, a campanha está sendo veiculada na TV paga, mídias eletrônicas e mídias sociais. Objetivo é anunciar condições extraordinárias para compra de diferentes modelos da fabricante.

O filme “Condições Impossíveis de Falar” simula um teste de gravação em que os participantes tentam reproduzir a palavra correta no idioma, até com ajuda do Google Translate. O conceito da campanha é “Audi Außergewöhnlich. Difícil de falar. Fácil, fácil de sair de Audi”.

“Quando iniciamos as conversas para uma campanha de varejo, tínhamos uma visão muito clara de que precisávamos de algo especial e que trouxesse inovação, uma das principais características da marca. Daí a escolha por um termo alemão, que reforça nosso posicionamento no segmento premium e reitera nosso DNA exclusivo”, diz Cláudio Rawicz, diretor de comunicação da Audi do Brasil.

No total, cinco vídeos trazem Medina em situações diferentes tentando pronunciar a palavra extraordinário em alemão e, obviamente, tendo dificuldades. Em um deles, o surfista aparece falando o texto apenas mexendo a boca, sem voz, sendo dublado por um alemão que fala português trocando os artigos e terminações. Quando ele termina, Medina pergunta se dá para perceber que não é ele que está falando. O diretor responde: “dá nada”.

Para Márcio Avólio, gerente de marketing da Audi do Brasil, “o conceito criativo alia três pilares de comunicação da marca: uso do embaixador, tom bem-humorado e o DNA alemão usando uma palavra que pode parecer estranha no começo, mas sua força e sonoridade tem potencial de alto engajamento nas redes sociais”.

Criação de Rodrigo Resende e Renato Butori, com direção criativa de Keka Morelle e Marcelo Nogueira, e direção geral de Luiz Sanches.

Produção da Companhia, com direção de cena de Thiago Vieira, fotografia de Leo Cawabe e produção executiva de Maria João Calheiros. Áudio da Cabaret, com composição de Guilherme Azem e produção musical de Cayto Trivellato e Lucas Comparato. Aprovação pelo cliente de Cláudio Rawicz, Márcio Avolio e Lucas Nicoliello.