Categorias Datas

CAÇADOR DE ESTRELAS REVERENCIA O NATAL

Publicado em

Primeira campanha da cerveja belga Stella Artois criada e produzida no Brasil entra no ar para falar da relação mágica entre as pessoas e as estrelas.

Desenvolvida pela CP+B, a ação de Natal da marca retrata uma história de centenas de anos sobre o sonho de ganhar uma estrela, elemento que inspirou a cerveja.

“Para contar essa ideia, criamos um filme mágico sobre um caçador de estrelas”, diz Marcelo Rizério, diretor de Criação da CP+B Brasil.

Se na época de final de ano gasta-se mais tempo com as obrigações do que com as comemorações, a campanha visa resgatar o verdadeiro significado do Natal. Stella Artois este ano está convidando as pessoas a estarem mais presentes, mais unidas, gastando mais tempo brindando com pessoas queridas do que em filas de shopping.

Um presente que vai além do valor material é dar à uma estrela de verdade o nome de uma pessoa especial. O kit natalino de Stella Artois é composto por um certificado da Starling Registry que fornece também o mapa de localização de cada estrela batizada, dois cálices para um brinde especial com quem se ama, uma garrafa de 550ml e uma estrela para enfeite de árvore de Natal para coroar esse momento tão especial.

Serão apenas mil kits disponibilizados no Empório da Cerveja em cujo site o consumidor personaliza o certificado com o nome da estrela a ser batizada e adiciona uma mensagem para destinatário do presente.

“Queremos incentivar as pessoas a gastar mais tempo celebrando com quem é importante e menos tempo com as obrigações natalinas”, explica Felipe Santini, gerente de Marketing de Stella Artois. Criada no Natal, Stella Artois há séculos tem a estrela como seu símbolo e o Natal como essa data muito especial em sua história

O filme será veiculado na TV aberta e terá versões para mídias sociais e para o cinema. A campanha inclui ações no digital, OOH, e comunicação no PDV. Há ainda uma edição limitada de garrafas de Stella Artois estampadas com estrelas fluorescentes, que brilham no escuro e uma edição especial do Fechado para Jantar, projeto que organiza jantares em lugares inusitados, e que nesse caso terá como teto o céu estrelado de um rooftop.

Criação de Rainor Marinho, Erick Mendonça, Thiago Ehlke e Ricardo Alonso, com direção criativa de Marcelo Rizério e direção geral de André Kassu e Marcos Medeiros.

Produção da Stink Films, com direção de cena de Otavio Machado, fotografia de Agustín Claramunt e direção de arte de Letícia Barcellos. Produção executiva de Guilherme Passos e Tico Cruz. Pós-produção da Nash e som da Satélite Áudio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *