Categorias FIAP 2017

QUEM PODE SABER MAIS DE FORMATOS?

Publicado em
Risto: publicidade vive situação crítica

Risto Mejide, nascido Ricardo Mejide Roldán há 42 anos em Barcelona, é o que se pode chamar de comunicador multiplataforma.

Publicitário, apresentador de TV e escritor, ele vai presidir o júri de Formatos do novo FIAP, na edição deste ano do evento.

A edição de 2017 do Festival Ibero Americano de La Publicidad, de 3 a 6 de setembro em Buenos Aires, vai julgar a ideia e a criatividade em apenas quatro grandes áreas. Além da seção de Risto, também nas categorias Inovação, Anúncios e Produção.

Luiz Sanches, sócio e diretor geral de Cração da Almap BBDO, vai comandar o júri de Anuncios, que inclui filmes, peças gráficas, mídia OOH e publicidade digital.

O Brasil terá ainda Michel Tikhomiroff, da Mixer, no júri de Produção, e Patrícia Weiss, chairman de Branded Content Marketing Asociation América do Sul, no júri de Formatos.

Risto Mejide fundou a agência Aftershare, na cidade de Barcelona, em 2007, com Marc Ros. As filiais de Madri e Valência surgiram respectivamente em 2009 e 2014. A Aftershare foi eleita duas vezes por anunciantes como a nº 1 em Branded Content na Espanha.

O criativo atualmente também é jurado do “Got Talent España” e apresentador do programa “All you need is love…o no”, na TV daquele país.

Para ele, o FIAP é um festival publicitário iberoamericano por excelência. “Só pelo fato de racionalizar o número de categorias o festival merece nosso apoio”, disse, destacando a nova direção a cargo de Rodrigo Figueroa Reyes, além da participação do experiente chairman Daniel Marcet.

Risto também comenta sobre as características que devem ser encontradas nos trabalhos a serem premiados na sua área: novidade e continuidade. “Um conteúdo é algo pelo que estamos dispostos a pagar, com dinheiro, com tempo ou atenção”, definiu.

Como disse, a situação atual da indústria publicitária é crítica. “Estamos vivendo a bolha dos protótipos. Ações pagas pelas marcas que resultam em milhares de peças na Internet e desconhecidas do grande público, visitadas por amigos e parentes. O viralismo é uma epidemia contagiosa e pouco rentável”, destacou.

Por outro lado, reconhece a importância dos influencers digitai”. Para Risto, eles concentram todos os players, da agencia até o meio de comunicação, passando pelos bureaus de mídia, produtoras e relações públicas. Estamos indo do branded content para o branded people”, concluiu.