Categorias Pesquisa

MÍDIA DADOS 2021 DESTACA O MEIO DIGITAL

Publicado em

O digital mudou o mundo. A pandemia mudou o digital. Embora consolidado, o meio assistiu intensas modificações em um ano e meio de pandemia. O crescimento do streaming de vídeo, a expansão do e-commerce, com novos sites e marketplaces, e a maior relevância de Influenciadores e podcasts para as marcas estão entre os principais aprendizados do Mídia Dados 2021.

O estudo do Grupo de Mídia de São Paulo, já disponível na Internet, apresenta um panorama completo desse segmento no mercado brasileiro, com as melhores informações sobre todos os canais de de mídia no País.

“Aprender a pilotar com o avião no ar está na razão de ser do Grupo de Mídia São Paulo”, diz Lica Bueno, presidente da entidade.

Lica: operar em real time

“Os desafios mais urgentes são, no momento, operar em real time e ampliar o entendimento da era digital pautada em dados. Todos precisamos ser híbridos e ainda mais ágeis. O mercado demanda dos profissionais de mídia, em especial os que detêm experiência em planejamento estratégico, aperfeiçoamento em relação aos canais digitais, à mídia programática, à BI e gestão de redes sociais”, diz a executiva.

À frente da equipe responsável pelo extenso relatório e conselheira do Grupo de Midia, Luciana Schwartz também ressalta a importância do empenho coletivo na concretização do anuário, em especial a partir do momento único experimentado por todos diante da pandemia que se instalou no planeta.

“Sob os impactos da Covid-19, a publicidade brasileira reagiu rápido, buscando se adaptar a um cenário até então inimaginável. Nas agências, todos os segmentos se desdobraram, em especial a Mídia, tateando no escuro em busca de soluções que mantivessem a proximidade entre as marcas e seus consumidores numa fase de estresse máximo. O Mídia Dados 2021 reflete em suas páginas parte dos esforços nesta direção”, explica Luciana.

Os dados compilados pela publicação baseiam-se também em pesquisas e estudos de empresas renomadas como Kantar Ibope, ComScore, Nielsen, Jovedata, IPC Marketing, IVC e YOUPIX.

Luciana: reação rápida

Entre as constatações do Mídia Dados 2021, a queda de 19% do investimento publicitário, ao longo de 2020, segundo o CENP-Meios, e 9% segundo o Kantar Ibope Media. Mas já há claros indicadores de recuperação.

Também se apurou o aumento de audiência de telejornais, reality shows e eventos ao vivo, na TV Aberta e por Assinatura, com elevados níveis de engajamento.

O meio digital, que ganhou adesão de grande número de veículos nativos analógicos, teve crescimento expressivo de audiência e atração de verbas publicitárias, reforçando o papel de protagonismo nos últimos anos. O share da mídia digital passou de 21,2% para 26,7% segundo o CENP-Meios.

Destaque também para os influenciadores, que construíram canais importantes de comunicação com a população para a difusão de marcas e produtos de alguns dos maiores anunciantes do País.