Categorias Prêmios

PRATAS E BRONZES DO BRASIL NO ONE SHOW

Publicado em

A propaganda brasileira não conquistou Ouro na edição 2021 do One Show. Os prêmios para o país foram 4 Pratas e 3 Bronzes, além de 24 Menções.

O festival registrou um total de 17.719 peças de 65 países inscritas, sendo que trabalhos de 54 nações saíram premiadas com 173 Ouros, 161 Pratas, 224 Bronzes e 1.102 Menções.

A Agência do Ano da edição foi a AMV London, premiada com 12 Lápis de Ouro, além do Best Show, para #wombpaisstories, para a marca de absorvente feminino Libresse, da sueca Essity (assista abaixo).

As Pratas do Brasil foram para Almap BBDO, com “True Fashion” para Alpargatas em Print &, Posters, DAVID, com “Late Night Stores” para Burger King em Film, Gava Studio com “Pillballs for Otrivin” em Print, Craft & Illustration, e Soko com “She Can” para Guaraná Antarctica, da Ab InBev, em Public Relations & Brand Partnerships.

Com esse mesmo trabalho, a Soko levou um Bronze em Direct Marketing, Non-traditional & Guerrilla Marketing, e a BETC Havas ficou com dois Bronzes para “HerShe”, da Hersheys Brasil, em Design, Packaging – Specialty e em Design, Craft – Art Direction. 

 Grandes Prêmios:

Agency of the Year — AMV BBDO London
Independent Agency of the Year — Translation Brooklyn
In-House Agency of the Year — Spotify In-House
Network of the Year — BBDO Worldwide
Creative Holding Company of the Year — Interpublic Group
Production Company of the Year — Chelsea Pictures
Music & Sound Company of the Year — 750mph
Client of the Year — Libresse

Na nova categoria One Show Fusion Pencil, que reconhece trabalhos sobre diversidade, inclusão e igualdade, os premiados foram FCB Londres com “This Girl Can” para Sport England; e The Bloc New York com “The Call” para Empowher NY.

Já o Green Pencil foi para Havas Turquia com “Water Index”, criada para Reckitt/Finish; e Ogilvy Polônia com “Green Instructions” para Lego. 

Os premiados do Sustainable Development Goals Pencil foram DDB Group Alemanha com “Da House Audio”, Blockworks London e MediaMonks Hilversun com “The Uncensored Library” para Reporters Without Borders. A MullenLowe New York ganhou com “The UNSeen Story” para UN Women; e a Ogilvy Paquistão foi premiada com “Naming the Invisible by Digital Birth Registration”, trabalho desenvolvido para Telenor Pakistan.

Os ganhadores do Cultural Driver Gold Pencil foram Edelman New York com “A New Jingle for a New Era” para Good Humor, e Translation Brooklyn com “You Love Me” para Beats by Dre.

O Penta Pencil, que premia agências e marcar com trabalhos destacados nos últimos cinco anos, foi concedido para a  Saatchi & Saatchi New York e P&G.