1
 
Categorias Ação Social

UM DESPERDIÇA, OUTRO PASSA FOME

Publicado em

Um Brasil desperdiça 27 milhões de toneladas de alimentos por ano. O outro abriga 117 milhões de pessoas que passam fome.

Diante dessa realidade, agravada pela pandemia, a ONG Banco de Alimentos lança campanha de apoio a esse contingente de pessoas em situação de extrema pobreza.

Um comercial produzido pró-bono pela Conteúdos Diversos, produtora signatária da Rede Brasil do Pacto Global, chama a atenção da sociedade para o grave problema.

A realização conta com criação de Marcelo Machado e Direção de Paula Galacini. O filme “Dois Países” apresenta uma montagem rápida de cenas com pessoas em situação de insegurança alimentar, e imagens de desperdício de comida,sobrepostas por letreiros em motiongraphics que revelam os números desta dura realidade e apresentam um país onde a fome é uma questão de sobrevivência e outro país onde a fome é uma questão de consciência.

Fundada em 1998, a ONG Banco de Alimentos é uma associação civil que recolhe alimentos que já perderam valor de prateleira no comércio e indústria, mas ainda estão perfeitos para consumo, e os distribui onde são mais necessários.  Só durante a pandemia, arrecadou mais de cinco milhões de quilos de alimentos impactando 1 milhão e 375 mil pessoas.

 “Sempre disse que somos nós mesmos que fazemos a realidade à nossa volta. Venho, há anos, combatendo a fome e o desperdício de alimentos em um clima de perseverança e atitude construtiva, alertando e educando sobre o papel de todos na construção da realidade que queremos ter. A fome mata, mas a indiferença que a causa mata mais”, diz Luciana Quintão, fundadora e presidente da ONG Banco de Alimentos.

O produtor audiovisual Sérgio Lopes e sua sócia Silvia Prado, conheceram Luciana Quintão em 2016, quando estabeleceram uma parceria de conteúdo para produzir o documentário “Cultura do Desperdício – por uma sociedade mais consciente”, dirigido por Paula Galacini e exibido na Globosat e na TV Cultura, que trata de consumo e desperdício usando alimento como pano de fundo.