1
 
Categorias Internacional

ATÉ QUE ALGUÉM VEJA

Publicado em

Com frases como “O Amor é cego até que o vejam” e “Se não compartilhar ajuda a não viralizar”, campanha da operadora de telefonia Movistar foi lançada no Valentine’s Day, na Argentina, para combater o assédio virtual.

Objetivo é conscientizar os jovens sobre os perigos da divulgação não consensual de imagens íntimas.

Criado pela Wunderman Thompson Argentina e Dhélet VLMY & R, o filme “Amor Cego”, produzido pela La Doble e Faro Digital, informa que a viralização de momentos íntimos podem causar danos irreversíveis, e até levar à morte das vítimas.

A nova campanha da Movistar mostra o jogo de dois jovens filmando um ao outro com cumplicidade, até que os códigos de conduta sejam quebrados.

Composta por filme, spots de rádio e ações nas redes sociais, a comunicação busca dar suporte às pessoas que se encontram nessa situação e conscientizar a todos.

“É um problema social que cresce a cada ano e é muito difícil de conter. Aproveitamos este dia muito simbólico também para lembrar que os usuários das redes sociais são responsáveis ​​pelo que compartilhamos e pelos efeitos que isso pode causar”, declarou Natalia Benincasa, CCO da Wunderman Thompson Argentina.

Para a Faro digital, a prática de compartilhar voluntariamente conteúdo de natureza sexual por meio de tecnologias digitais é conhecida como sexting. Não há nada de errado em fazer sexo em si, uma vez que é um ato genuíno e entre pares onde não há engano. O problema surge quando uma das partes não faz parte desse consenso ou é usada como vingança ou manipulação.

“Há alguns anos trabalhamos com o objetivo de promover o bom uso da tecnologia em todas as áreas, promovendo comportamentos preventivos e positivos. Com esta campanha queremos ajudar a todos a refletir antes de encaminhar uma imagem ou um vídeo íntimo, sem entender o impacto que pode ter ”. Se você obtiver imagens privadas, pode interromper essa viralização., disse Almendra Ogdon, chefe de publicidade e marca da Movistar.

Criação de Marcos Bazterrica e Franco Dagotto, com direção criativa de Miguel Dianda e direção geral de Sergio Paoletta.

Produção da La Doble, com direção de Lemon, fotografia de Pablo Iacovone e produção executiva de Adrian Aspani e Vero Pascual.

Som da Swing. Aprovação de Romina Martínez Battista, Almendra Ogdon, Julia Boidi e  Florencia Ciani.