1
 
Categorias Entrevista

LUTA PELO MERCADO E PELA IGUALDADE

Publicado em
Simone: muito a avançar em diversidade

Simone Cyrineu fundou a Thanks For Sharing em 2017 voltada para o mercado corporativo. A produtora de animação 2D visa uma produção ágil para atender o mercado, tendo realizado, ao longo desses três anos, trabalhos para marcas como BIC, Porto Seguro, Herbalife, SBT, Hospital Israelita Albert Einstein e Tupperware.

Com a missão de inovar no setor, a produtora atua com o propósito de transformar a comunicação verbal em vídeo, atendendo as necessidades atuais do marketing digital.

Além disso, Simone integra a Confraria do Empreendedor e do Comitê Gestor da Rede Brasileira de Mulheres LBTQ’s, e faz parte do time do LGBT Mentoring, projeto que visa oferecer sessões de mentoria gratuitas para a comunidade, sejam eles profissionais empregados ou buscando uma oportunidade no mercado.

Formada em Comunicação Social na UMESP, Simone também é pós-graduada em Gestão de Vendas e Negociação pela FIA – Fundação Instituto de Administração. Nesta entrevista, ela fala de seu trabalho e sua luta contra o preconceito e pela defesa dos direitos de todas as pessoas.

 

Sua luta em defesa dos direitos da mulher LBTQ+ também se dá na operação da produtora?

Com certeza sim, principalmente por ser da comunidade e entender que ainda temos muito para avançar nos direitos de respeito, homofobia, oportunidades de trabalho entre outras coisas. Neste sentido, ao ocupar um lugar de liderança, tenho mais recursos e oportunidades para contribuir com essas conquistas, nós contratamos pessoas LGBTQ+ tanto para atuar em nosso time fixo interno, ou para nossa rede de apoio de freelas como locutores, roteiristas e motion-da. E isso com certeza reflete na dinâmica e diversidade das nossas entregas.

Durante a pandemia houve uma retração do mercado? Por quanto tempo? Tivemos uma grande retração durante aproximadamente seis meses. Muita coisa parou e todo o mercado estava com o foco inicial de se adaptar ao home office e entender como isso funcionaria. Passada essa fase, os clientes entenderam que não só eles mas também o seu time de colaboradores estavam online e que o vídeo seria a principal ferramenta de comunicação nesse novo cenário. Desta forma, voltaram a nos procurar para ampliar a produção de conteúdo em vídeo, alinhado com sua estratégia de comunicação e marketing que faz mais sentido nesse contexto digital e remoto.

Como a Thanks vem operando diante das restrições impostas pela pandemia?
O nosso modelo de negócio não envolve produção externa, estúdio e gravações in loco. Produzimos vídeo animação, atuando de forma 100% remota e digital desde Janeiro de 2020.