1
 
Categorias Ação Social

A WEST.GE NÃO DESPERDIÇA

Publicado em

Das 26,3 milhões de toneladas de alimentos desperdiçadas por ano, um total de R$ 7 bilhões são descartados só no setor de supermercados. Pesquisa do Departamento de Economia e Pesquisa da ABRAS, Associação Brasileira de Supermercados, de 2019, inspirou a ONG Gastromotiva a lançar campanha de conscientização, criada pela CP Brasil.

A Gastromotiva, organização que combate a fome e usa o alimento como ferramenta de transformação, com atuação no Brasil, México e El Salvador, apoia projetos de gastronomia social.

A campanha informativa utiliza a Wasta.ge S/A, uma empresa fictícia que fatura estes 7 bilhões de reais, com crescimento exponencial e aumento de rendimentos em diferentes setores, tais como 55% só em frutas, 25% em cereais e 33% em pescados.

Além de filme, peças digitais e outras ações, a companha contará com a parceria do programa “Shark Tank”, da Sony. No canal do Youtube do programa, o CEO da Wasta.ge S/A, interpretado pelo ator Ivan Arcuschin, apresenta sua empresa como uma possível candidata aos investimentos dos tubarões.

Para reforçar a conscientização e destacar a responsabilidade de cada cidadão no desperdício de alimentos e o combate à fome no país, a campanha faz de cada brasileiro um acionista da Wast.age S/A: a empresa fictícia possui mais de 200 milhões de sócios que aumentam seu rendimento da pior maneira possível, desperdiçando alimentos. Mas este é, na verdade, um fenômeno mundial. Atualmente 1/3 dos alimentos produzidos no globo são perdidos ou desperdiçados, o equivalente a 1,3 bilhão de toneladas por ano.

“O combate ao desperdício de alimentos será sempre uma das nossas principais missões. Por meio da campanha criada em parceria com a CP+B, queremos alertar para esses números e trazer mais pessoas para junto desta causa. Precisamos mostrar que é possível transformar a vida de milhares de pessoas por meio da gastronomia e a comida”, afirma David Hertz, empreendedor social, fundador e CEO da Gastromotiva.

“É uma honra estar ao lado da Gastromotiva, aprender com eles e partilhar da crença no poder da organização no combate à fome e ao desperdício. Essa ação quer chamar atenção das pessoas através de uma empresa que só cresce, assim como desperdício de alimentos no Brasil, infelizmente”, diz André Kassu, sócio e CCO da CP+B Brasil.  

Desde que iniciou seus primeiros cursos de capacitação em cozinha, em 2006, a Gastromotiva, mantém como seu principal objetivo promover transformação social por meio da gastronomia. Hoje, com atuação que vai do combate ao desperdício de alimentos ao empreendedorismo social, a Organização acumula números que impactam na vida de milhares de pessoas. Formou mais de 5.900 jovens em situação de vulnerabilidade socioeconômica, ofereceu educação nutricional a mais de 100 mil pessoas, evitou o desperdício de 128 toneladas de comida que se transformaram em mais de 190 mil pratos, ao longo de 15 anos de atuação.

Com sede no Rio de Janeiro e presente em Curitiba, Cidade do México, San Salvador e Cidade do Cabo, a Gastromotiva promove cursos gratuitos profissionalizantes para jovens de baixa renda, recebe a população em vulnerabilidade social com jantares gratuitos no Refettorio Gastromotiva, feitos com alimentos que seriam desperdiçados e atualmente mantém as Cozinhas Solidárias, projeto que nasceu no início da pandemia, em 2020.

Criação de Giovani Baggio e Marlus Lau, com direção criativa de Marcelo Rizério e direção geral de André Kassu e Marcos Medeiros. Produção da
Central Content, com direção e fotografia de André Lion. Som da Blend Áudio, com produção musical de Renan Corso e Flavio Marchesin.