Categorias Televisão

GLOBO FLEXIBILIZA CRIAÇÃO DAS MARCAS

Publicado em
Manzar Feres: cocriação é uma das grandes inovações de conteúdo

Entre outras posturas anunciadas pela TV Globo para os próximos anos, durante evento online da semana passada dirigido ao mercado, a cocriação ganha relevância no futuro da emissora em seu relacionamento com agências e anunciantes.

Manzar Feres, diretora Comercial da Globo, enfatizou essa parceria após ouvir o mercado sobre pedidos de flexibilização de negociação e criatividade  em seu conteúdo.

Em busca de garantia de receita futura, a emissora lançou a comercialização antecipada de seus produtos, com ênfase em atrações como “The Voice Brasil”, “Big Brother” e novelas, para as quais, inclusive, fechou contrato de quase R$ 1 bilhão com a Caoa.

Conforme o acordo, válido até 2023, a empresa que representa as marcas Hyundai, Chery e Subaru, terá exclusividade da utilização de seus veículso nos folhetins das 21 horas, especialmente do modelo SUV Tiggo. Segundo avaliação do mercado, o pacote total de mídia adquirido pela Caoa tem um valor de R$ 2 bilhões.

No evento, Eduardo Schaeffer, diretor de Negócios Integrados em Publicidade, reforçou a visão pragmática que a empresa tem adotado nos últimos anos na relação com seus parceiros.

“É fundamental que tenhamos uma atuação em que todo mundo ganha: é importante saber o que o mercado está esperando, o que o consumidor está esperando e o que a gente pode oferecer para atender essas demandas. Tudo isso para ofertar sempre soluções ricas e valiosas, que gerem resultado. E para gerar resultado sabemos que é preciso ter um profundo conhecimento sobre dados, sobre analytics e um profundo conhecimento sobre o Brasil e o brasileiro”, disse o executivo.

Transmitido em uma plataforma interativa, o evento ficará disponível para os mercado publicitário até o dia 23 de novembro, com o detalhamento de todo o portfólio de produtos da Globo.

Nunca investimos tanto em conteúdo. E, pós-pandemia, veremos com clareza a possibilidade de colher ainda mais frutos desse investimento, especialmente, em conteúdo brasileiro”, explicou Erick Brêtas, diretor de Produtos e Serviços Digitais.

“Teremos também novos produtos publicitários, novas oportunidades e janelas que extrapolam em conteúdo. Temos olhado para o nosso portfólio e avaliado como podemos embarcar as marcas e convida-las a construírem projetos de conteúdo junto conosco, desde a sua concepção. É o que podemos chamar de brand content 2.0, em que as histórias não são apenas contadas junto, mas cocriadas em conjunto”, completou.