Categorias Prêmios

ACADEMIA HOMENAGEIA PROFISSIONAIS

Publicado em

Pela primeira vez, a edição 2020 do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro não homenageou uma personalidade em específico, mas todos os profissionais do setor audiovisual, coletivamente.

Ao lado de “Bacurau”, com seis troféus, e a “A Vida Invisível”, com cinco, “Turma da Mônica Jovem”, do estúdio Maurício de Souza Produções, conquistou dois troféus “Grande Otelo”.

O filme  “Laços” foi eleito Melhor Longa Metragem Infantil, enquanto a série “Turma da Mônica Jovem”, coproduzida com o Cartoon Network, venceu em Melhor Série de Animação TV Paga”.

A cerimônia online realizada neste domingo (11) foi apresentada por Marina Person e Adriana Couto. O 19º prêmio da Academia Brasileira de Cinema e Artes Visuais teve o patrocínio da Rede Globo e Sabesp.

“Laços”, de 2019, distribuído pela Paris Filmes e Downtown Filmes, foi dirigido por Daniel Rezende. A série “Turma da Mônica Jovem” é composta por 26 episódios. A primeira temporada aborda a vida dos quatro personagens principais (Mônica, Cebolinha, Cascão e Magali) em temas comuns à adolescência, como amizade, bullying, mundo virtual, brigas, natureza, e, acima de tudo, sobre o desafio de conseguir se entender em meio a um turbilhão de sentimentos comuns nessa fase da vida.

Quem também comemora a premiação é a produtora de áudio S de Samba.  Seu sócio, diretor artístico e produtor, músico e compositor Wilson Simoninha, conquistou o troféu de Melhor Trilha Sonora com o trabalho realizado em parceria com seu irmão, o também músico e compositor Max de Castro para o longa “Simonal”, cinebiografia do pai da dupla, artista que é considerado uma das maiores vozes da música brasileira de todos os tempos.

Os irmãos, com o mesmo trabalho, também haviam ganho o “Kikito”, troféu do Festival de Gramado, na mesma categoria de “Melhor Trilha Musical”.

Entre as 32 categorias da premiação, Silvero Pereira (“Bacurau”) e Fabrício Boliveira (“Simonal”) dividiram o prêmio na categoria de Melhor Ator, enquanto Andrea Beltrão foi eleita Melhor Atriz por “Hebe, a Estrela do Brasil.