Categorias Pesquisa

NORDESTE DE BRAÇOS ABERTOS

Publicado em

Um dos setores mais atingidos pela crise da pandemia, o Turismo se prepara para a retomada com algumas informações importantes fornecidas pela Zahg, empresa de estratégia e inteligência digital.

Dois estudos apresentados ao mercado reúnem e analisam uma série de esclarecimentos para o setor sobre tendências e inspirações de viagem. A Zahg empresa fez um mergulho no ambiente digital e compilou dados para entender o que pensam os consumidores que amam viajar para um futuro próximo.

Entre outras conclusões, a preferência do público por viagens domésticas, em razão do custo, e pelo Nordeste como destino mais desejado, especialmente porque as previsões de viagem focam o final do ano como período preferido, já próximo do verão.

O estudo “Turismo – Coronavírus e os impactos no setor”, traz um benchmarking completo da volta do turismo. Elaborado pelo Núcleo de Pesquisa e Planejamento da Zahg, o material usa dados de entidades, associações e empresas do segmento para tentar traçar e antecipar cenários.

As notícias são positivas para o mercado neste segundo semestre de 2020, pois o movimento das agências sugere uma retomada, com foco em viagens pelo Brasil. Há a tendência para um direcionamento da abertura dos voos brasileiros para o mercado doméstico que, segundo a Infraero, representa mais de 95% do consumo de viagens do nosso país.

A Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Turismo – ANPTUR confirma esse dado ao destacar que o Nordeste será um dos destinos mais procurados. “Nós consideramos que a explicação está no fato das pessoas se sentirem mais seguras viajando dentro do país e, também, por conta da crise atual, que comprometeu repentinamente a renda dos trabalhadores e o calendário de férias das famílias”, explica Márcio Jorge, diretor de Inteligência da Zahg.

As notícias sobre cancelamento de voos, remarcações de pacotes e fechamento das fronteiras de outros países e outras movimentações fizeram com que o turismo no mundo estacionasse completamente. Porém, novos dados compilados pela Zahg reforçam a forte preferência dos consumidores por viagens nacionais, rumo a locais com belas paisagens, pouca aglomeração, segurança e higiene. Com isso, a região Nordeste tem realmente se mostrado como o destino número um para viagens no pós-covid-19.

Com base em dados e preferências mais específicas do público interessado em viagens, a empresa lançou o segundo estudo: “TURISMO NO NORDESTE – Melhores destinos pós-pandemia”. Para esse levantamento, o time de estratégia da empresa realizou análises e inferências operando a ferramenta parceira Brandwatch, uma plataforma de monitoramento de redes sociais e inteligência de negócios que possibilita a geração de nuvens de palavras e gráficos.

Esses achados indicaram que o comportamento de menções nas redes sociais sobre turismo e viagens regionais esteve bastante ativo nos últimos meses, desde o início da quarentena em março.

Elaine Venga, gerente de Inteligência Estratégica da Zahg, explica que “hashtags e frases demonstram o interesse pelo Nordeste. Emojis deduzem para nós esse momento de tristeza, expectativa e insegurança quanto ao término do isolamento social. E as frases ressaltam o desejo na urgência de retomada por novas viagens”, concluiu.