Categorias Internet

PIPOCA COM GUARANÁ RELANÇA JINGLE

Publicado em

Sucesso de 1991 e um dos jingles publicitários mais importantes da propaganda nacional, “Pipoca com Guaraná” vira plataforma da marca. O guaraná Antarctica agora relança a peça em releitura pop  com a cantora Manu Gavassi.

O trabalho é da agência SOKO, especializada em Earned Media, que conecta histórias de marcas com audiência através da inteligência de dados.

A plataforma foi criada para estimular o entretenimento dentro de casa para toda a família e ganhou relevância nesta época de isolamento social.

“Pipoca com Guaraná” foi composto pelo saudoso César Brunetti e produzido pela MCR de Sergio Campanelli para a DM9, então comandada por Nizan Guanaes.

A força do hi gerou a criação da plataforma que já ganhou uma série de iniciativas nas últimas semanas.

“Queremos levar mais diversão para quem pode ficar em casa e criamos uma plataforma de entretenimento. Liberamos conteúdo gratuito na plataforma de Telecine por 60 dias para os fãs de cinema, transmitimos shows dos anos 90 no Festival Pipoca e Guaraná para arrecadar doações para os catadores de materiais recicláveis, e agora relançamos o jingle e o filme com uma releitura atual”, diz Pedro Thompson, diretor de Marketing de Guaraná Antarctica.   

Manu Gavassi dá voz ao jingle e estrela o novo filme, produzido integralmente de forma remota. Enquanto uma equipe dirigia virtualmente os passos da artista, ela transformava seu apartamento em cenário e seu celular em câmera.

“Começamos com um trabalho extenso de design para criar a marca “Pipoca e Guaraná”, unindo os dois elementos em um único símbolo. A partir dele, criamos um universo pop que nos permitiu ir de uma coleção-cápsula, com moletom, meias, balde de pipoca, à regravação do jingle e do comercial. Respeitamos totalmente o ritmo original consagrado, mas trouxemos elementos da cultura popular atual, para que as novas gerações também pudessem se identificar”, explica Felipe Simi, fundador e Head Creative Data da SOKO.

Criação de Isabela Marangoni, Ayslan Monteiro, Yumi Shimada e Juan Portilla, com direção executiva de Rafael Caldeira, Head de Desing Diego Limberti e direção geral de Felipe Simi.

Produção da Hungry Man, com direção de cena de Carlão Busato, direção criativa de Fábio Pinheiro e produção executiva de Rodrigo Castello. Áudio da Hefty, com produção de Edu Luke, Otávio Cavalheiro, Gustavo Boselli  e Rud Lisboa.