Categorias Polêmica

“TALVEZ QUANDO EU MORRER”

Publicado em

Raul Doria explica polêmica criada num grupo de WhatsApp e afirma que a Cine não fecha

Raul: desabafo no WhatsApp

Uma nota na coluna do conceituado jornalista Lauro Jardim, no  Blog, agitou o mercado publicitário. Ele publicou que Raul Doria teria anunciado no último sábado que estaria fechando a Cine, produtora que fundou há mais de 25 anos com Clóvis Mello.

Em seguida o próprio Lauro desmentiu a informação após conversar com Raul. A primeira nota também dizia que o publicitário estaria deixando o Conselho de Comunicação do Governo por discordar da estratégia adotada diante da pandemia pelo seu irmão, o governador João Doria.

Em conversa com o Blog, Raul foi taxativo: “a Cine só fecha quando eu morrer. Ou talvez o Clóvis continue”, brincou.

E ele explicou a confusão contando que participava de um grupo de WhatsApp de empresários que com o tempo foi crescendo indiscriminadamente e que no último sábado, ao discutir com um dos integrantes teve um acesso de raiva e falou aquilo, acrescentando ainda que iria embora do país.

“Foi um desabafo contra um monte de baboseiras que li no grupo. Sobre o governo, acho que pela pressão do problema algumas medidas poderiam ter sido invertidas, fechando primeiro as periferias para diminuir a expansão da Covid 19 por aqueles que vinham trabalhar nas zonas mais favorecidas da cidade e levavam o vírus para seus bairros. Só isso.

Mais calmo, elogia as atuais medidas que vão liberar aos poucos os trabalhos de produção, fazendo com que a Cine volte a realizar novos projetos e aqueles que estavam suspensos, garantindo os empregos dos profissionais do setor.