Categorias Datas

VAMOS SORRIR E CANTAR

Publicado em

Campanha de fim de ano do SBT celebra a importância de se viver o agora. Momentos que fazem a vida valer a pena. Com o conceito “Se tem algo que você quer muito fazer, agora é a hora”, comercial criado pela WMcCann destaca as boas lembranças, a liberdade de ser criança, de se fazer o que tem vontade, sem preconceitos. 

Para engajar o público, o SBT convidará seus espectadores a compartilharem nas redes sociais seus desejos para 2020, utilizando a hashtag #agoraéhora. As respostas mais criativas serão replicadas nos Stories do SBTOnline, perfil da emissora no Instagram. No YouTube, o público poderá criar e compartilhar novas versões da música “Agora é hora”.

A campanha é embalada pelo eterno tema musical do programa Silvio Santos, “Vamos Sorrir e Cantar”, composta em 1965 por Arquimedes Messina, para o programa do apresentador na rádio Nacional. Mais de 40 anos depois e após acordo entre o autor e o fundador do SBT em 2013, a música continua abrindo a atração dominical.

E como diz a letra que inspirou a campanha de fim de ano da emissora, “Agora é hora / De Alegria / Vamos sorrir e cantar / Do mundo não se leva nada / Vamos sorrir e cantar”.

“O fim de ano é um momento de reflexão, de fazermos novos planos, de nos darmos uma nova chance. É quando sonhamos mais alto, tomamos coragem e acreditamos que o amanhã pode ser melhor. Mas também, é talvez, a época quando mais deixamos de estar presentes no agora. E é essa reflexão que queremos deixar para as famílias brasileiras, ou seja, se tem algo que você quer muito fazer, por que não agora?!”, diz Priscila Stoliar, gerente de Marketing do SBT.

Criação de Fábio Ludwig, Anselmo Ferreira e Victor Lavenere, com direção criativa de Kevin Zung e direção geral de Hugo Rodrigues e André Marques.

Planejamento de Renata Bokel. Produção da Asteroide com direção de Felipe Fonseca, fotografia de Leonardo Angeli, direção de arte de Jonas Sanson e produção executiva de Guilherme Biglia & Mariana Van Bylt. Som da Punch áudio, composição de Tony Berchmans, produção de Cristiano Pinheiro, Mateus Polati e Gustavo Guanaes. Cantora: Lu Andrade. Aprovação de Priscila Stoliar e Daniela Martins.