Categorias Datas

LOCADORA E PRÉDIO ANTIGO

Publicado em

John Carpenter, autor de “Halloween II”, filme icônico de Terror de 1980, declarou em entrevista que o roteiro de um dos mais famosos filmes do mundo foi criado na companhia de uma máquina de escrever e algumas latas de Budweiser.

A cerveja relembra essa história com muito suspense através de uma campanha em homenagem ao “King of Halloween”, criada pela agência Africa. 

A chamada “King of Beers”, que tem reconhecida ligação com a música, dessa forma também faz parte da história do cinema.

Para comemorar a data, Budweiser promoverá uma exibição especial do filme ao ar livre em um dos lugares mais icônicos de São Paulo, o edifício Copan.  Para garantir seu ingresso, as pessoas precisam se dirigir à Video Connection (Avenida Ipiranga, 200), uma das últimas locadoras de São Paulo, e pedir pela fita do filme. Além da entrada para o cinema ao ar livre, as pessoas também receberão uma Budweiser. A ação acontece duas horas antes da exibição começar, às 20 horas deste 31 de outubro. 

“Resolvemos marcar essa data com uma homenagem a um dos roteiristas responsáveis por um dos filmes de suspense e terror mais lembrado pelas pessoas. Voltamos no tempo para relembrar essa icônica história de John Carpenter e mostrar que Budweiser também serve de inspiração para as histórias de cinema”, explica Alice Alcântara, gerente de Marketing de Budweiser.

“Quando descobrimos a entrevista, vimos a oportunidade de afirmar, mais uma vez, como Bud é a cerveja presente na mão de grandes personalidades e em momentos importantes da história”, comenta Rodrigo Barbosa, diretor de criação da Africa. “Decidimos não só resgatar essa história, mas trazer mais nostalgia ainda ao evento chamando as pessoas para visitarem uma das únicas locadoras de vídeos sobreviventes em São Paulo”, completa.

Criação de Fillipi almeida e Denilson Silva, com direção criativa de Fernando Marar e Rodrigo Barbosa, direção executiva de Matias Menendez e direção geral de Sergio Gordilho.

Produção da Boiler Filmes, com direção de Vira-Lata, fotografia de Yuri Maranhão, direção de arte de Camila Kogut e produção executiva de Gabriel Dagostini, Eduardo Lubiazi e Carolina Cherobim.

Som da Evil Twin Music, com produção de André Faria, Murilo Faria, André Namur e Jimmy Gressler. Aprovação de Ricardo Dias, Bruna Buás e Alice Alcântara.