Categorias Tecnologia

CAZAMBA EXPANDE E CHEGA À EUROPA

Publicado em
André: mercado internacional

Com expectativa de atingir um volume de 25% de seu faturamento com clientes internacionais em 12 meses, a Cazamba, empresa de tecnologia em mídia e inovação no engajamento de marcas com consumidores, anuncia sua chegada ao mercado espanhol.

Segundo André Freitas, CEO da Cazamba, o mercado espanhol investe 75% em campanhas de branding e somente 25% em performance, mostrando maturidade na comunicação estratégica.

“Nosso foco é tornar a Cazamba conhecida como uma agência de alto impacto, atraindo e criando uma rede de clientes de qualidade”, diz Thiago Moreno Valadares, diretor de Operações que comanda a sede da empresa em Madri.

Atuando de forma dinâmica, personalizada e com acompanhamento em tempo real de resultados, a empresa, fundada em 2013, está entre as cinco melhores audiências do ranking da Comscore.

Depois de seis anos de atuação no mercado latino-americano, a Cazamba escolheu a Espanha como destino por ser um país maduro em relação ao mercado publicitário e com investimentos relevantes no digital. Segundo dados da IAB Espanha, o país cresce anualmente 15% no segmento digital, porcentagem acima da média europeia, com investimentos na casa dos €2.1 bilhões.

“Identificamos no país uma grande oportunidade, uma vez que os espanhóis têm um consumo bastante diversificado de conteúdo, o que nos ajuda a ser mais relevante para os anunciantes locais e globais. Estudamos por mais de um ano a possibilidade e conseguimos agora entender as peculiaridades necessárias para alcançar o sucesso”, explica Moreno.

A evolução do mercado digital na região só aumenta com o passar dos anos, principalmente pelo número potencial dos consumidores. De acordo com IAB España, o investimento em publicidade online é de 34%, ficando bem próximo da mídia televisiva que é de 37%, o que mostra oportunidades enormes para o futuro promissor do digital.

A Cazamba já conta com clientes no território espanhol em vários setores  como Fiat e Desigual, além de empresas de saúde e moda, e espera iniciar o próximo ano com 20 novas contas