Categorias Eventos

O Nº 1 DAS ARQUIBANCADAS

Publicado em
Gaúcho da Copa: homenagem

Com apoio da Brahma, a cerveja nº 1, Gustavo e Frank estão realizando um sonho e cumprindo uma promessa feita ao pai, falecido em setembro de 2915. Clóvis Acosta Fernandes, nascido em 1955 na cidade de Bagé, foi conhecido como o “Gaúcho da Copa”. Esteve presente desde 1990 na Itália, até 2014 no Brasil.

Fanático pela seleção brasileira, ganhou o apelido por frequentar as arquibancadas na América, Europa, Ásia e África, “pilchado” com as cores verde e amarela. Deixou para os filhos o legado de seguir a equipe canarinho, o que fazem nesta Copa América, com a ajuda da cerveja.

Os irmãos Fernandes embarcaram em um carro e a primeira parada em São Paulo aconteceu na última sexta-feira (14), quando o Brasil enfrentou a Bolívia. Em seguida, partiram para Salvador, para o duelo contra a Venezuela. A terceira etapa acontece novamente na capital paulista para o jogo diante Peru. E se a Seleção tiver sucesso, eles ainda passarão por Porto Alegre, Belo Horizonte e Rio de Janeiro, na final do torneio. Ao todo, serão mais de oito mil quilômetros rodados pelas estradas do país, em cerca de 108 horas de viagem.

Patrocinadora oficial da Conmebel Copa América Brasil 2019, a Cervejaria Brahma também apresenta um filme criado pela agência Africa com a história da família propondo um brinde ao que realmente importa.  “O Gaúcho da Copa sempre foi um torcedor icônico do Brasil e sempre esteve ao lado da Seleção Brasileira, assim como Brahma. Essa paixão pelo futebol e pelo time brasileiro passou de pai para filhos. E não poderia existir melhor forma de homenageá-lo do que essa”, diz Pedro Adamy, diretor de Marketing de Brahma. 

Criação de Nicholas Bergantin e Maso Heck, com direção criativa de Mateus Coelho, Mihail Aleksandrov e Rodrigo Marangoni, direção executiva de Matias Menendez e direção geral de Sergio Gordilho.

Produção da PBA Cinema, com direção de Santi Dulce, fotografia de Nixon Freire e produção executiva de Fernando Fanucchi e Nivio Alves de Souza. Som da Satélite Áudio, com produção de Kito Siqueira e Robero Coelho.