Categorias Cannes 2018

SOLUÇÃO, RESULTADOS E PRÊMIOS

Publicado em

Trabalhos brasileiros que ganharam Grand Prix foram criados para resolver problemas

Gordilho comemora com Paula Lindenberg, VP de Marketing da Ambev

A Budweiser sempre teve uma importante ligação com a música. E não era especificamente como patrocinadora. Mas muito mais como parceira. Grandes artistas foram fotografados com a cerveja em momentos de lazer e descontração. Mas a marca não poderia mostrar isso em suas campanhas. Por razões conhecidas de uso de imagem e pagamento de vultosos cachês.

Da mesma forma, embora sabidamente corruptos e envolvidos em processos, políticos de um país em crise moral e de credibilidade da classe não podiam simplesmente ser acusados nas ruas pela população e seus eleitores.

De formas diferentes, a Ambev e o site Reclame Aqui conseguiram transmitir ao público exatamente o que queriam dizer sobre os temas de forma criativa através de suas agências. E com esses cases, Africa e Grey conquistaram os primeiros Grand Prix para o Brasil nesta edição do Cannes Lions.

Jatene e o troféu do Detector de Corruptos

Sergio Gordilho, copresidente da Africa, explica que como nem agência nem empresa podiam usar as imagens, fizeram com que os consumidores aceitassem o convite para fazer isso por eles através de “Tagwords”. E exaltou também o fato de a agência ter conseguido inovar em uma mídia tradicional, fazendo com que um print se transformasse num imenso painel interativo (veja vídeo abaixo).

Para Rodrigo Jatene, co-presidente e CCO da Grey, o maior mérito do aplicativo “Detector de Corrupção” é o fato de identificar políticos a partir de imagens, seja em fotos ou numa transmissão em vídeo, discriminando imediatamente sua ficha processual.

Segundo ele, o “Reclame Aqui” proporciona, dessa maneira, uma importante ferramenta para o eleitor escolher em quem votar nas eleições de outubro. O app registrou 400 mil downloads em apenas uma semana.