Categorias Polêmica

ITAÚ OUVE CLIENTES E MUDA FILME

Publicado em

O terceiro comercial da primeira campanha da Africa para Itaucard teve que sofrer uma pequena alteração para continuar a ser veiculado. Reclamações de clientes do Itaú Unibanco nas redes sociais  levaram a instituição a suprimir cena final em que o simpático boneco Pinnochio leva um tapa na cabeça de um delegado ao final de um interrogatório com detector de mentiras.

Conforme comunicado oficial: “O Itaú Unibanco tem como premissa ouvir os seus clientes, buscando sempre a melhoria não só das campanhas, como de seus produtos e serviços. Acreditamos que a transparência é o melhor caminho para uma relação sustentável. O intuito do banco foi fazer um filme descontraído e divertido; porém, já com os primeiros retornos recebidos, por meio das redes sociais, entendemos que eram necessárias alterações no conteúdo para o melhor entendimento da campanha. Seguimos atentos a todas as interações, buscando sempre a satisfação de nossos clientes”.

Sem o detalhe o filme voltou ao ar para completar a série que inclui ainda “Cuspidor de Fogo” e “Monge”.

Objetivo da campanha, além de reposicionar a marca, é destacar a inteligência financeira, mostrando que é possível economizar ao mesmo tempo em que se usa o cartão de crédito.

“Hoje a competição deixou de estar restrita ao segmento de atuação. A experiência que o consumidor tem ao ouvir música e assistir um filme pode impactar diretamente na maneira como ele enxerga o cartão de crédito”, diz Fernando Amaral, diretor de marketing negócios do Itaú Unibanco.

Com o tema “Surreal é não usar”, a campanha apresenta uma lógica diferente, colocando o consumo a favor da gestão financeira. Um simulador especial foi criado para mostrar ao cliente que, baseado em seu perfil de consumo, ele pode economizar R$ 500 ao ano, comprando com descontos oferecidos pelos parceiros da marca em todas as suas versões: Internacional, Gold, Platinum e Black.

Além dos filmes de TV, o garoto propaganda da marca, Luciano Huck, encontrou com clientes reais para mostrar na prática como o cálculo da economia pode ser feito para cada caso. Esses encontros foram captados e entram como conteúdo na internet. Também foram desenvolvidas ações com formatos inéditos no Facebook, merchandising no Caldeirão do Huck, peças de mídia impressa segmentadas, spot de rádio e vinhetas.

Criação de Otavio Schiavon e Jeferson Rocha, com direção de Criação de Sergio Gordilho.

Produção da Prodigo, com direção de André Godoi, direção de arte de Fabio Godfarb e fotografia de Ralph Strelow. Som da Satélite Áudio.