Categorias Datas

LEO BURNETT COMEMORA HISTÓRIA E SUCESSO

Publicado em

 

Giovanni, Reis, Toscani, Sales e Magalhães

O sonho realizado do norte-americano de St. Johns, Michigan, Leo Burnett, completa 80 anos no mundo e 40 no Brasil. Jornalista por formação, trabalhou em um pequeno jornal de Illinois e foi redator da Cadillac Motor Company antes de ingressar na publicidade, em 1923. Nascido em outubro de 1891, Leo Burnett faleceu quase 80 anos depois, em junho de 71 deixando ícones publicitários como Jolly Green Giant, the Marlboro Man, Toucan Sam, Charlie the Tuna, Morris the Cat, o Pillsbury Doughboy, 7up “Spot”, e Tony the Tiger. Nesta quarta-feira (5), a rede, uma das mais importantes do mundo da propaganda, comemora oito décadas de trabalho com campanha cujo conceito é “Creativity Can Do”, com logotipo estilizado lembrando a lata de ervilha que deu origem ao personagem Jolly Green Giant, criado em 1935, primeiro ano da agência. Entre os trabalhos atuais que continuam mantendo a Leo Burnett em destaque internacional, como “Like a Girl” para P&G, e “Coke small world machine”, em uma ação para unir as pessoas da India com o Paquistão, figuram cases criados no Brasil, como “O Enterro do Bentley”, para a ABTO, e o “Meu Sangue é Rubro-Negro”, para o Hemoba da Bahia. Sua história no país começou em 1885, em São Paulo, para atender a conta da Philip Morris. Em 2011 a agência incorporou a Tailor Made e a filosofia de atuar sob medida lançada pelo seu presidente, Paulo Giovanni, hoje também chairman do Publicis Worldwide Brasil, grupo que controla várias grandes agências como Talent e DPZ&T, além da própria Leo Burnett. É de Giovanni o comando das comemorações de aniversário no mercado brasileiro que começam com o “Leo Day”, no próximo dia 12 de agosto. O grupo de executivos da agência que responde pelo projeto de comemoração conta ainda com Marcelo Reis e Marcio Toscani (copresidentes), Fernando Sales, sócio e VP de Mídia, e Marcello Magalhães,sócio e VP de Planejamento.