Categorias Sem categoria

PERIFERIA JOVEM GANHA PUBLICAÇÃO

Publicado em

Criada por um coletivo de jovens universitários da USP e PUC, a nova revista “Vaidapé” chega oficialmente em novembro com 5 mil exemplares à periferia, faculdades e estações do metrô de São Paulo, para difundir a cultura marginalizada. Depois de uma primeira edição com tiragem experimental, o conceito “Vaidapé” vem sendo difundido através de site e página no Facebook. A publicação, inicialmente trimestral, pretende se tornar uma mídia alternativa, dirigida ao público jovem da periferia, tornando-se uma leitura opcional ao lado de revistas como “Piauí” e “Caros Amigos”. Baseada em assuntos de cultura e política, a revista pretende discutir a sociedade e seu comportamento e oferecer espaço para arte e reflexão. Sua distribuição será gratuita e deverá ser realizada em parceria com a ONG Ação Educativa, que apóia os movimentos jovens em favelas e áreas menos favorecidas da capital paulista. Seu conteúdo inclui matérias, entrevistas, crônicas, música, poesia e seções como “Meu Trampo”, sobre mercado de trabalho, “Brasil Barraca”, com dicas de viagem, e “Valendo Nota”, para divulgar trabalhos acadêmicos sobre temas sociais. Paulo Motoryn, estudante de jornalismo e Ciências Sociais e um dos integrantes do coletivo que criou a “Vaidapé”, explica que depois de lançar a idéia, o grupo parte agora para gerar receita capaz de manter o projeto. “Produzimos um mídia kit e estamos conversando com agências visando obter publicidade para garantir a continuidade do trabalho. Também estamos buscando apoio do governo municipal”, completa.