Categorias Mercado

APRO PEDE A DILMA POR RANGEL NA ANCINE

Publicado em
Leyla: apoio da Apro ao presidente da Ancine

Dona da decisão de manter ou substituir o presidente da Ancine (Agência Nacional do Cinema), a presidente Dilma Roussef vai receber via sua Ministra da Cultura, Marta Suplicy, carta da Apro em favor do atual comandante do órgão, Manoel Rangel. O documento, assinado por Leyla Fernandes, presidente da Associação Brasileira da Produção de Obras Audiovisuais, surgiu em razão de declarações da própria Ministra. Em entrevista ao jornal “Valor Econômico”, Marta Suplicy elogiou a elegância do presidente da Ancine por ter consciência que seu mandato terminou. “Mas, em função das importantes mudanças ocorridas no setor, na Agência e no Fundo Setorial do Audiovisual com a Lei 12.485 é necessária e desejável a sua permanência por mais um período. Sabemos que o assunto é de decisão da Presidenta da República, mas nos permitimos aqui exprimir nossa opinião”, disse a Ministra. Rangel e sua equipe lutaram arduamente para a aprovação da Lei 12.485, que obriga as emissoras por assinatura exibirem determinada cota de conteúdo nacional em suas programações. Conhecida como a “lei da TV paga” a 12.485 surgiu com o objetivo de consolidar a indústria nacional do audiovisual.