1
 
Categorias Concorrência

PEUGEOT AUMENTA A EXPECTATIVA

Publicado em
Gomes: decisão em suas mãos

Há exatamente um mês foram definidas as três agências finalistas do processo de reavaliação publicitária da Peugeot do Brasil, determinado pela sede francesa da PSA Automóveis, que administra também a Citroën. Loducca, atual dona da conta, Euro RSCG Brasil, agência da Citroën, e Young & Rubicam, continuam na disputa e aguardam a decisão. Iniciada em final de abril, a concorrência incluiu também as já eliminadas DM9 DDB, DPZ e Giovanni + Draft FCB. A data de17 de julho, ou seja, esta terça-feira, para anúncio da decisão, não será cumprida. Em férias, o presidente da PSA Peugeot Citroën do Brasil, o português Carlos Gomes, retorna na próxima semana para definir a agência vencedora junto com o franco-suíço Frederic Drouin, presidente da Peugeot brasileira. Embora tratada como rotina, a denominada reavaliação publicitária foi realizada pela última vez em 2007, exatamente quando a Loducca conquistou a conta, que vinha sendo atendida pela Euro Brasil. A mesma Euro que luta para reconquistar a marca que atende em praticamente todo o mundo. A agência tem a seu favor a mesma nacionalidade do anunciante e um crescimento de 28,5% da marca Citroën em vendas no Brasil no primeiro semestre do ano passado, contra , 5,6% da Peugeot no mesmo período. Em termos de América Latina, porém, a performance do grupo registra crescimento de 10,9% em vendas e um total de 326 mil automóveis das duas marcas comercializados em 2011. Nos bastidores do processo é possível detectar que a direção da Peugeot brasileira não luta pela troca de agência, já que a Loducca também realiza campanhas da marca para outros países latino-americanos e tem participação decisiva nos resultados. Nova no processo, a Young & Rubicam tem estrutura capaz de atender aos objetivos de crescimento da marca. A Euro, por sua vez, prefere se basear na força do alinhamento e nos resultados que obteve para Citroën. Da França, as notícias não são nada animadoras para a companhia. Conforme informações divulgadas na última sexta-feira (13), a Peugeot anunciou demissão de oito mil funcionários e intenção de fechar sua fábrica em Aulnay, subúrbio de Paris, a 14 quilômetros da capital. A explicação é que 60% das vendas da marca se concentram na Europa, cujo índice de queda foi de 13% em 2011 e com previsão de cair mais 8% este ano. (Responda enquete abaixo à direita com seu palpite sobre quem vence a concorrência)