Categorias Festivais

BRASIL CONQUISTA MAIS 3 GRAND PRIX

Publicado em
Daniel, Nuno, Santiago, Joanna, Tony e Marco Bebiano

No segundo dia do festival El Ojo de Iberoamerica 2019, o Brasil ganhou três Gran Ojo, além de 94 troféus, sendo 17 de Ouro, 32 de Prata e 45 de Bronze. Com isso, já são 187 prêmios para o país.

As conquistas brasileiras mais importantes neste segundo dia de evento são dois GPs para a agência Africa e um para a Lew’Lara\TBWA. Os GPs da Africa foram em Digital & Social, com o trabalho “Pay per beer”, para a cerveja Brahma; e no El Ojo Sustentável, com “#GoEqual”, para o Movimento Go Equal. O GP da Lew’Lara foi em Inovação, com trabalho para a Fundação Dorina Nowill Para Cegos. Até agora, portanto, com “The beatbox catalogue”, da Artplan, para Etna, já são quatro GPs neta edição do evento.

Os prêmios foram anunciados pelos presidentes de júris Joanna Monteiro, da FCB global (Digital & Social), Marco Bebiano, do Google Brasil (Mídia), Nuno Cardoso, da Nossa de Portugal (Design), Daniel Arbelaez, da Accenture Colômbia (Inovação e Creative Data) e Tony Waissmann, da Geometry Argentina (Conteúdo e Sustentabilidade), sob o comando de Santiago Keller, fundador do El Ojo.

Dos 97 troféus, a competição do El Ojo Media foi onde o Brasil foi mais premiado nesta quinta-feira: 24 troféus, sendo 6 de Ouro, 8 de Prata e 10 de Bronze. Em Design, foram 23 prêmios, dos quais 5 são de Ouro, 9 de Prata e 9 de Bronze, enquanto em Digital & Social, conquistamos 21 troféus, sendo 1 GP, 3 Ouro, 5 Prata e 12 Bronze. No El Ojo Sustentável, foram 10 prêmios, sendo 1 GP, 2 Ouro, 2 Prata e 5 Bronze. Já em Conteúdo, houve 7 premiações, sendo 2 Prata e 5 Bronze. No El Ojo Inovação houve 6 troféus, dos quais 1 GP, 1 Ouro, 3 Prata e 1 Bronze. Em Creative Data houve 5 prêmios, sendo 2 Prata e 3 Bronze. Por fim, em Produção digital, o Brasil conquistou apenas um troféu, de Prata.

Também conquistaram Grand Prix os trabalhos “El Tiempo que nos Queda”, da Leo Burnett Espanha para Pernod-Ricard em Creative Data e Conteúdo (assista abaixo), e Las Monedas da Libertad, da Aukin Chile em Mídia.