Categorias Campanhas

LUTANDO PARA VENCER

Publicado em

Criada pela Young & Rubicam, campanha do protetor bucal para atletas ForceField estreia com comercial produzido pela Madre Mia Filmes com direção de Rafael Damy e protagonizado por Anne Veriato, lutadora transgênero de MMA e que em março de 2018 fez história com a primeira vitória de uma mulher sobre um homem na modalidade Artes Marciais Mistas.

Por opção, a transexual amazonense só luta contra homens. Ela já venceu os três desafios oficiais dos quais participou.

ForceField, no mercado desde 2005, fabrica no país proteções bucais sob medida para atletas. Criado por dois odontologistas, atualmente patrocina atletas de MMA, boxe e Jiu-Jitsu, entre eles a própria Anne Veriato e a boxeadora Adriana Araújo.

Seu foco nas atletas do sexo feminino é uma bandeira contra as dificuldades e barreiras que elas precisam superar em esportes de contato, engajando-se no combate ao preconceito e exclusão dentro ou fora dos ringues e do octógono.

O filme é uma das ações do movimento #EusouAnne, que nasceu da inquietação e constatação de que o Brasil é o país onde ocorre o maior número de assassinatos e agressões contra pessoas transexuais no mundo, segundo relatório internacional de 2018 da instituição Transgender Europe (TGEU) e da Associação Nacional de Travestis e Transexuais (ANTRA).

Anne Veriato é primeira lutadora transexual de MMA e desde criança era conhecida no lugar onde morava como a menina que lutava com meninos. Em 2018 venceu Railson Paixão na 34ª edição do Mr. Cage, em Manaus, por decisão unânime dos jurados.

O movimento #EusouAnne foi lançado na última segunda-feira (22), com a exibição do filme em locais onde ocorreram o maior número de agressões a pessoas transexuais. Peças publicitárias foram projetadas em prédios, muros e casas. As primeiras exibições aconteceram na rua Voluntários da Pátria, em Santana, São Paulo onde Larissa, mulher transexual de 25 anos, foi espancada com pauladas até a morte em 17 de dezembro de 2017 e na rua Dr. Edgard Theotônio Parque Industrial Tomas Edson, triste cenário onde Alessandra, travesti, 38 anos foi assassinada a tiros em setembro daquele mesmo ano.

A sinergia será promovida por lutadores e influenciadores presenteados com protetores bucais com as cores do movimento LGBT e o nome da Anne em destaque, para disseminarem a mensagem em suas redes sociais e fomentar o debate na Internet

Criação de Rafael Campello, Moreno Comini, Rafael Bornacina, Rafael Damy, Rafa Oliveira e Renata Antunes, com direção criativa de Rafael Pitanguy. A direção de fotografia do filme dirigido por Damy é de Guilerme Muse, com coordenação de produção de Ana Paula Domingues, e áudio da Lógico Music.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *