Categorias Agências

AFRICA ADOTA MODELO 6 EM 1

Publicado em
Gordilho e Santoro: PMOs exclusivos

A Africa reinventa seu modelo de negócio e troca o conceito de uma sala para cada cliente criando, na verdade, uma agência completa para cada marca atendida.

Com isso surgem Project Management Office exclusivos, através do qual serão estabelecidos ferramentas e parâmetros de uma gestão mais ágil e tecnológica visando evoluir o negócio de seus clientes.

Com núcleos segmentados e com atuação centrada em performance e dados, as Africas atuarão de acordo com as necessidades de cada marca. São seis as novas Africas: Africa Sports Bar and Beer, Africa Finance, Africa Tec, Africa Foods, Africa Comportamento e Africa Corporate e Varejo.

Como PMOs exclusivos de cada Africa, assumem Ana Hasegawa, com 9 anos de trabalho na agência, que vai liderar a Africa Tec, Cintia Hachiya, talento que está há mais de 12 anos na Africa nova PMO de Foods. Africa Corporate e Varejo segue sob o guarda-chuva de Claudia Almeida, que está há mais de 12 anos no grupo. Veronica Gordilho assume a PMO de Comportamento, e Heloisa Pupim comandará Africa Sports, Bar and Beer.

As mudanças também resultaram na promoção de Carol Boccia ao cargo de vice-presidente de Operações e a contratação de Filipe Botton como diretor de Conteúdo.

“Foi um ano bom para a Africa, fomos contra todas as previsões do mercado. 2018 foi ainda mais produtivo, se tornando o melhor ano da nossa história”, explica Sergio Gordilho, copresidente e CCO da Africa.

A agência, criada em 2002 e que iniciou seus trabalhos num modelo único no mercado publicitário, atuando num formato similar ao de uma consultoria e integrando em sua estrutura uma sala específica para cada marca atendida, hoje ocupa o 3º lugar no ranking de maiores agências brasileiras segundo o Ibope Monitor.

“Quando a Africa foi criada, não tínhamos ideia de que seríamos tão grandes. Nossa intenção sempre foi ter um trabalho customizado e para poucas marcas, mas fomos evoluindo e conquistando mais espaço dentro dos nossos próprios clientes, o que nos fez chegar a essa posição atual”, completa Gordilho.

“Mesmo em um biênio desfavorável no cenário econômico nacional, a agência conseguiu equilibrar o período com sucesso entre novos negócios e premiações, o que a fez ser também considerada a melhor agência em 2018 pelo estudo Agency Scope: entre os 13 atributos avaliados pela consultoria, foi a primeira no somatório das categorias, além de ser a Africa a líder em nove deles”, comemora Marcio Santoro, copresidente e CEO da agência.

No cenário criativo, a Africa se destacou como a melhor representante latina no festival Cannes Lions 2018, com 1 Grand Prix, 2 leões de ouro, 7 de prata e 4 de bronze, e também ocupou a 8ª posição como a mais premiada do mundo. Além disso, o projeto “MyGameMyName”, feito em parceria com a Vivo, trouxe o primeiro Leão de Prata para o Brasil no Glass Lions, a mais alta premiação nesta categoria que o país já recebeu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *