Categorias Prêmios

MISSÃO CUMPRIDA, SEM MÉRITOS

Publicado em

O grande vencedor do The Foollitzer Prizes 2018, prêmio instituído pelo site E-farsas para destacar as piores Fake News, foi o World News Daily Report, vejam só, um site canadense satírico de notícias falsas, com a reportagem “Adolescente Virgem Engravidou ao Tomar Vacina”.

Ou seja, como criador de Fake News esse site é expert no assunto, ganhando realmente o que procura com seu “trabalho”, ou seja, os holofotes.

O prêmio, porém, visa denunciar os veículos que se dedicam a produzir notícias falsas, principal atividade do E-Farsas, criado em 2002 para desmentir e combater informações que possam de alguma maneira interferir negativamente na vida das pessoas.

Campanha (assista vídeo abaixo) criada pela Leo Burnett Tailor Made para o The Foolitzer Prizes, referência à famosa premiação The Pulitzer, que homenageia o melhor do jornalismo no mundo, divulga à exaustão em várias plataformas de mídia, as mentiras e seus autores como veículos que praticam o anti-jornalismo.   

Após três meses de votação e mais de 70 mil interações, o E-farsas divulgou os vencedores nas categorias Política, Saúde, Entretenimento, Esportes e Conspiração, e o Grand Prix.

Dirigido pelos canadenses Janick Murray-Hall e Olivier Legault, o World News Daily Report segue o falso jornalismo, combinando falsidades religiosas e científicas, teorias de conspiração política, com uma pitada da ocasional semente da verdade para criar seus relatórios falsos.

Mãe e filha: inspiração divina

A falsa notícia vencedora do prêmio do E-Farsas é uma obra prima da mentira, que teria tido sua origem em San Angelo, no Texas, onde uma estudante de 14 anos teria sofrido sérias complicações depois que uma vacina contra a gripe a deixou com fortes cólicas, resultando numa impossível gravidez provocada pela medicação.

O site chega ao cúmulo de publicar uma foto em que supostamente foram retratadas mãe e filha e citar uma médica, que comprovou a gravidez e também o hímen intacto da garota que nunca havia participado de relações sexuais.

“Se José e Maria não tivessem dado à luz nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, onde a humanidade estaria hoje?”, teria justificado a mãe da garota para assegurar que manteria a gravidez da filha.

O site vai além ao tratar do tema “Gravidez vacinal”, segundo ele um assunto controverso e que teria a estudante de Ph.D Alexa Goldberg como autora de tese de doutorado sobre o tema.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *