Categorias Mercado

MULHER NO CARRO, HOMEM COM O BEBÊ

Publicado em

A oportunidade de transformar a maneira como marcas, negócios e agências representam a diversidade de pessoas na publicidade, nunca foi tão grande como agora. Jeep e Johnson’s, avaliadas durante a fase de implantação do projeto, que o digam.

Partindo dessa premissa e da constatação de que 65% das mulheres não se veem representadas pela propaganda, o Facebook lançou, dentro de seu programa para empresas, o Ads 4 Equality.

A ferramenta visa ajudar agências e anunciantes a identificar quanto representativas são suas campanhas publicitárias em comparação com a população brasileira em termos de gênero, raça e tipo de corpo.

Nos últimos dois anos, a equipe de Marketing Science do Facebook trabalhou com marcas como a Skol, Jeep e Johnsons Baby, na América Latina, para entender como uma representação mais diversa das pessoas na publicidade pode influenciar positivamente os resultados de negócio.

“Nossa indústria publicitária é uma das mais premiadas do mundo, mas inconscientemente ainda reforça estereótipos que limitam os papéis de gênero, raça, tipos de corpos e outros. Com essa iniciativa queremos mostrar, por meio de dados e ciência, que incorporar a diversidade nas campanhas não é apenas a coisa certa a se fazer, como pode também trazer ótimos resultados financeiros para as marcas”, explica a gerente de Marketing Science do Facebook no Brasil, Isabela Aggiunti.


No site Ads 4 Equality  qualquer anunciante e agência terá acesso gratuito ao conteúdo desenvolvido e três ferramentas também gratuitas: um teste para avaliar suas últimas cinco campanhas, uma lista dos estereótipos mais prejudiciais e o guia de Marketing Science do Facebook que orienta e ajuda a mensurar resultados.

E os primeiros resultados são encorajadores. Ao utilizar um protagonista homem, e ampliar o target de sua campanha de produtos de higiene para crianças também para homens, a Johnson’s Baby viu a sua intenção de compra crescer 9 pontos entre o público masculino. Já a Jeep viu o uso da função “monte seu carro” crescer entre as mulheres depois que passou a ter uma mulher como protagonista de suas campanhas.

“O ‘Ads 4 Equality’ quer ajudar a indústria a atuar hoje para extinguir os vieses inconscientes da publicidade. Ao utilizar métricas e metodologias corretas, marcas podem se relacionar de forma mais relevante e eficiente com seus públicos, possibilitando melhores resultados de negócios”, diz o diretor de Marketing Science do Facebook na América Latina, Daniel Arantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *