Categorias Produtoras

A TEORIA NA PRÁTICA

Publicado em
Monteiro, Righi e Baldini: projetos multiplataforma

O relacionamento entre agências, anunciantes e produtoras definitivamente mudou de um modelo departamentalizado para um sistema de integração que resulta invariavelmente em projetos multiplataformas.

Antes executoras, as produtoras assumiram nos últimos tempos um papel ativo tanto na criação e desenvolvimento, quanto no planejamento de peças audiovisuais para todos os tipos de mídia.

O discurso se transformou em prática na Damasco Filmes com a chegada do criativo Carlos Righi, há dois anos, publicitário que já vinha se dedicando à área audiovisual em outras produtoras.

Assim, atualmente os projetos sao discutidos em conjunto entre o diretor de cena Marcus Baldini, que fundou a Damasco em 2010, o produtor executivo Marcelo Monteiro e o próprio Righi. Monteiro também é fundador da Damasco com Baldini, criada para a realização do longa-metragem “Bruna Surfistinha”.

A sociedade da Damasco Filmes conta ainda com a produtora executiva Lara Guaranys, dedicada à área de Cinema da empresa.

O sucesso de “Bruna Surfistinha”, que registrou 2,5 milhões de espectadores, permitiu a Baldini montar uma produtora com área específica de longas-metragens, sua atuação preferida.

Marcelo Monteiro, por sua vez, com expertise em branded content, coleciona pela Damasco uma série de projetos realizados para marcas Nextel, Bradesco, Danone, American Express, Brastemp, Mastercard e Vivo.

Em parceria com o Google, a produtora ainda criou canais próprios do YouTube no Brasil, como o Meu Bebê, patrocinado pela J&J, além de realizar séries como “Cacos de Família”, criada pela DPZ&T para Vivo com direção de Baldini, que já alcançou mais de 50 milhões de views.

Carlos Righi foi o responsável pela aproximação da Damasco com o mercado publicitário, levando para a produtora novos diretores como Fábio Brandão, João Wainer, Pio Figueiroa, Ricardo Santini, Joana do Prado e Juliana Borgez.

A área de Cinema, a cargo de Baldini e Lara Guaranys, lançou este ano os filmes “O Homem Perfeito”, com a Luana Piovani, Sérgio Guizé e Marco Luque, “Gosto Se Discute”, com a Kéfera e Cassio Gabus Mendes.

Além disso, Baldini também dirigiu e lançou “Uma Quase Dupla”, com Tatá Werneck e Cauã Reymond, com produção Associada da Damasco.

Ele se prepara para lançar em janeiro de 2019 “De Novo Não”, com Kéfera e João Côrtez. No próximo ano ele também vai filmar um longa sobre o Sequestro do Vôo 375 da Vasp, e a Damasco ainda produzirá o longa “Kátia Flávia”, baseado no hit de Fausto Fawcet dos anos 80.

 

Como definem os sócios, a Damasco não é apenas uma produtora audiovisual, mas sim um hub de comunicação que une diretores, fotógrafos, roteiristas e artistas visuais.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *