Categorias Campanhas

AMOR, MUITO MAIOR QUE O MEDO

Publicado em

A nova campanha do Hospital de Amor, denominação atual do Hospital do Câncer de Barretos, é um curta-metragem em animação 3D mostrando que cercado de carinho e amor, o paciente  ganha força para enfrentar a doença.

O filme “A Queda”, de 2 minutos e 50 segundos, criado pela WMcCann, representa a primeira grande comunicação do hospital após a mudança de nome.

“Esse novo nome, na verdade, é uma tradução do que sempre aconteceu no hospital, que já era chamado carinhosamente por seus colaboradores, familiares e pacientes, de Hospital de Amor. O filme reflete  o que se passa na vida de muitas pessoas que são assistidas por nossa instituição”, diz Henrique Prata, fundador e presidente do Hospital de Amor.

A solução criativa surgiu quase que naturalmente, uma vez que o novo nome do hospital nada mais é do que um componente fundamental para o tratamento da doença.

“A mudança de nome é muito estratégica, uma vez que o foco é o tratamento de crianças”, explica André Marques, VP de criação da WMcCann. “O novo nome reflete uma abordagem mais humana e moderna para o tratamento”, completa.

O Zombie Studio gastou 10 meses estudando a narrativa e todo o visual da animação. Como resultado, construiu personagens minuciosamente detalhados, além da riqueza de elementos e grande quantidade de movimentos nas cenas.

“Esse filme possui um tema ultra sensível que, desde o início, impactou diretamente os profissionais e artistas do estúdio pelo fato de falar do câncer, uma doença que já atingiu familiares diretos de pessoas que trabalham no estúdio. Portanto, esse projeto pediu um carinho mais que especial para podermos ajudar a se tornar realidade e ajudar na causa da luta contra a doença”, detalha Paulo Garcia, diretor e sócio da Zombie Studio.

A canção “Heart Full Of Love”, foi composta especialmente como trilha por Felipe Vassão e Rafa Kabelo, da Loud, e interpretada pela cantora norte-americana Rebecca Peters.

“Minha mãe teve câncer, tenho outros familiares que também estão nessa luta, e sabemos o quanto o amor, apoio e presença fazem a diferença. Tentar transmitir isso numa canção era o grande desafio”, conta Felipe Vassão, maestro da Loud.

Criação de Gustavo Cavinato, Francisco Oliveira, Eiji Kozaka, Marcelo Conde e Ian Hartz, com direção criativa de Eiji Kozaka e Marcelo Conde e direção geral de Hugo Rodrigues e André Marques.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *