Categorias Opinião

OS RISCOS DE PEGAR CARONA*

Publicado em

O asterisco no título deste artigo é para afirmar tratar-se de repetição do original e uma referência ao texto da coluna “MadiaMundoMarketing” escrita há pouco mais de 10 anos pelo consultor Francisco Madia de Souza.

Na época, Madia comentava a contratação de Fabiano Augusto pelas lojas Colombo, após mais de 200 comerciais como garoto-propaganda das Casas Bahia.

Na mesma coluna, o consultor lembrou ainda de outro caso famoso de troca de garoto-propaganda, quando Antonio Del Fiol, a voz do Mappin nas décadas de 60 e 70, foi protagonizar campanhas do Jumbo Eletro.

A vez agora é de João Cortes, ator de teatro e TV, que chegou à fama como o Ruivo da Vivo.  Ele é estrela de nova campanha da Nextel, criada pela Tribal, como embaixador da Nextel, segundo o comercial de estreia, há três anos eleita a melhor operadora de celular do Brasil.

Del Fiol: do Mappin ao Jumbo

O título do artigo remete à falta de resultados nos casos de Del Fiol e Fabiano Augusto. A voz de Del Fiol, falecido em 2002, era tão marcante nos comerciais de Mappin, que a cada aparição nas novas campanhas do Jumbo Eletro, o público se enganava e procura as ofertas no antigo e tradicional magazine da rua Xavier de Toledo.

Fabiano Augusto enfim voltou para as Casas Bahia depois de 7 anos afastado e lá permanece até hoje, numa parceria certamente vantajosa para ambos.

Fabiano: volta à casa antiga

Reconquistada em janeiro deste ano após concorrência, a conta de Nextel na verdade voltou para a agência que deu origem à atual Tribal. Por vários anos foi atendida pela LDC, fundada como Loducca.

Criativo e impactante, o filme original mostra o Ruivo referindo-se sutilmente às concorrentes da Nextel, inclusive à Vivo que o abrigou por vários anos. Ele brinca também com a TIM, Claro e Oi, de forma inteligente, é verdade, mas ainda com a cara que o celebrizou nas campanhas de sua primeira empregadora.

Embora esteja claro para quem ele trabalha agora, ainda fica a dúvida de como o público recebe esta troca. Se vai aceitar seu conselho e mudar para a Nextel ou se continuará achando que ele fala da Vivo.

Mercado novo, consumidor novo, mundo novo. Pode ser, mas não dá para garantir com exemplos anteriores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *