Categorias Agências

WMC CANN JÁ ESPERA HUGO RODRIGUES

Publicado em
Hugo: montanha para os outros

Quem conhece Hugo Rodrigues tem certeza de que ele não vai esperar 2018 para começar seu trabalho na WMcCann e enfrentar mais um grande desafio em sua vitoriosa carreira.

Ao anunciar oficialmente sua saída, a Publicis Brasil abre o caminho para essa mudança que representa em distância apenas 6 quilômetros mas em importância um trajeto enorme.

O garoto de Santos que decidiu ser publicitário ao ler uma entrevista de Washington Olivetto na revista “Playboy”, vai substituir seu ídolo e referência na profissão.

Talvez por isso ele nem tenha cogitado discutir com Luca Lindner, presidente do McCann World Group, a decisão de manter o W na denomiação da McCann brasileira.

É certo que com muito orgulho da letra ícone da propaganda brasileira ele vai comandar a mesma agência que perpetuou no país a brilhante trajetória de Olivetto na atividade.

Em seu último dia na Publicis, Hugo postou em sua página no Facebook um texto que revela seu caráter e sua forma de trabalhar:

“Em 18 anos na Publicis, meu único sonho foi me doar aos clientes, entregar resultados para os seus negócios e, como consequência, construir uma agência vencedora. Através de trabalho duro, de dor, dos sacrifícios, este foi o meu único objetivo. Junto com um time apaixonado, guerreiro e competente, nós conseguimos. Eu subi minha montanha. Agora é hora de abrir o caminho para novos líderes e também me dar a oportunidade de viver um novo desafio. Minha emoção mais forte neste instante é demonstrar a minha gratidão a todos que me apoiaram. Muito, muito, muito obrigado”.

Após trabalhar em pequenas agências, Hugo chegou à então Salles DMB&B em 1999, atual Publicis Brasil. Mas foi através da Salles Chemistri, agência de Varejo do grupo, que construiu sua marca criativa, resolvendo com ações digitais as preocupações de venda da GM, numa época em que poucos anunciantes apostavam na força da Internet e na interatividade com os clientes.

Essa postura o levou ao júri de Cyber do Cannes Lions e alavancou sua carreira. Em 2005 se tornou diretor de Criação, em 2008 vice-presidente,em 2011 CCO e COO e em 2014 finalmente CEO.

Lorenzi e Miriam: líderes-chave

Para substituí-lo a Publicis Brasil optou por uma solução caseira, promovendo a co-presidentes os VPs de Mídia, Miriam Shirley, e de Planejamento, Eduardo Lorenzi.

“Miriam e Eduardo foram líderes-chave no processo de transformação que a Publicis vivenciou nos últimos anos. Acredito que eles estão perfeitamente preparados e que trazem a composição certa de competências para liderar a Publicis Brasil em sua próxima fase, garantindo que a agência siga na rota de forte crescimento em que se encontra. Agradecemos ao Hugo por todos os anos de contribuição para que a Publicis se tornasse uma das agências líderes de mercado e lhe desejamos sucesso”, afirma Justin Billingsley, Global Chief Operating Officer da Publicis Communications.

Com mais de 20 anos de experiência nacional e internacional, Miriam Shirley assumiu o posto de VP de Mídia da Publicis em 2015. A executiva foi eleita em 2017 Mídia do Ano pelo Estadão e representou o Brasil no Festival de Cannes.

Eduardo Lorenzi iniciou a sua carreira na Talent há 21 anos. Em seguida, foi para a Neogama/BBH, onde passou dez anos atuando como Head of Planning Latam até se tornar sócio da agência. Chegou à Publicis em abril de 2015.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *