Categorias Sem categoria

O BOM NEGÓCIO DE FISCALIZAR GOVERNOS

Publicado em
Aracaty: transformar governos

Com aporte de R$ 4 milhões do fundo social Omidtar Network, de Pierre Omidyar, bilionário norte-americano fundador do eBay, plataforma de comércio eletrônico, a Startup brasileira Colab.re vai investir na ampliação de seu trabalho de fiscalização da qualidade de serviços públicos e participação popular nas tomadas de decisões de governos.

Criada em 2012, a Colab.re trabalha com 130 clientes ativos, a maioria prefeituras de cidades, como Santos, Campinas e Niterói. A Startup também conta com investimento do MDIF ((Media Development Investment Fund), de Nova York.

Os recursos serão destinados ao desenvolvimento de novas ferramentas de engajamento para os cidadãos e de inteligência para governos. Mecanismos tecnológicos permitem uma análise da satisfação e do sentimento da população com os serviços e instituições públicas, em tempo real.

“Somos uma empresa que tem como missão transformar os governos e passamos por esse processo de captação de investimento em meio à maior crise dos últimos 20 anos, processo de impeachment, escândalos de corrupção, além de eleições municipais”, diz Bruno Aracaty, cofundador daColab.re,

“No Brasil e em diversos países do mundo estamos vendo uma crise de confiança entre cidadãos e governos. O Colab.re traz uma solução que permite uma interação próxima entre cidadãos e governos, fazendo com que haja colaboração para endereçar os principais problemas”, afirma Felipe Estefan, Diretor na Omidyar Network.

Em 2017, a meta da Startup é atender 200 cidades , estrear a adesão de governos estaduais e ultrapassar 500 mil usuários cadastrados no seu site e em aplicativos disponíveis para Android e iOS.

No ano passado, o Colab.re foi eleito o Negócio de Maior Impacto Social do Mundo e a Startup de Maior Potencial Global pelo BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento), atraindo o interesse de investidores estrangeiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *