Categorias Empresas

BOMBRIL SEM O SEU GAROTO

Publicado em

Depois de 38 anos e quase 400 comerciais, Carlos Moreno deixa oficialmente o posto de garoto Bombril, após o fim de mais um contrato.

O ator, que estrelou o primeiro comercial da empresa em 1978, com criação de Washington Olivetto então na DPZ e pelas mãos do diretor Andrés Bukowinski, da ABA Filmes, que o escolheu no processo de seleção, realizou seu último trabalho para a marca na TV em 2013.

Nessa época, a Bombril já havia decidido interromper a carreira de seu mais famoso personagem publicitário, privilegiando a participação de atrizes humoristas para justificar o conceito “Mulheres Evoluídas”.

Já em 2010, com a chegada de Ivete Sangalo ao cast da marca, Moreno começou a perder espaço, embora tenha contracenado com a cantora em um filme promocional.

Incluído no Guiness Book em 1994 como o mais longevo personagem de campanhas publicitárias, Carlos Moreno interpretou uma série de personalidades em filmes comerciais, além de viver o próprio garoto, tímido porém firme ao recomendar os produtos da marca.

Segundo ele, após a entrada de Dani Calabresa e Monica Iozzi nas campanhas, chegou até a receber uma proposta de renovação de contrato, embora sem perspectiva de voltar às telas.

Entre 1978 e 2004 foram mais de 300 comerciais bem humorados e de grande aceitação junto ao público. Depois de 3 anos de interrupção, voltou a gravar comerciais em 2007, até 2013.

O tema “Evolução da Mulher” se firmou em 2013, por decisão do então ex-VP de Marketing e presidente da Bombril, Marcos Scaldelai.

Em 2011, Carlos Moreno, ao lado do diretor Andrés Bukowinski, que o dirigiu nas centenas de comerciais da marca, participou do nosso Videoblog, contando sua trajetória e mostrando seus trabalhos mais relevantes. Reveja:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *