Categorias Sem categoria

CHEFES E SECRETÁRIAS. CONTRA O SEXISMO

Publicado em

Toda menina quer ser uma princesa? Homens não choram? Mulher não entende de tecnologia? Para desmentir esses estereótipos e recomendando cuidados na elaboração de peças de propaganda, o Círculo Uruguaio de Publicidade está divulgando o Decálogo de Boas Práticas para uma Comunicação Não Sexista. O objetivo é evitar que comerciais, anúncios, spots ou qualquer outra forma publicitária possa ultrapassar as barreiras do respeito à pessoa. O guia visa estabelecer uma indústria responsável, onde homens e mulheres tenham os mesmos direitos e as mesmas oportunidades de desenvolvimento. Já entregue à ONU Mulheres, o manifesto foi gravado com a participação de publicitários, produtores, professores, atores e locutores. Entre as recomendações, estão eliminar o uso da violência de gênero como recurso criativo, não promover estereótipos, evitar perpetuar as relações de poder e subordinação, apresentar as pessoas como sujeito e não como objetos, e usar as formas de expressão sem excluir qualquer gênero. Ou seja, trata-se de um verdadeiro manual com regras claras para que a publicidade não discrimine nem difunda preconceitos. Afinal, por que nos comerciais os homens são sempre os chefes e as mulheres sempre secretárias?

on CHEFES E SECRETÁRIAS. CONTRA O SEXISMO
Categorias Televisão

FOI MAL, DESCULPA AÍ PELO RETROVISOR

Publicado em
Joana, moto para fugir dos perigos

Uma cartinha pedindo desculpas e trabalho e um retrovisor novinho pra substituir o que arrancou é a forma que a motogirl Joana encontrou para divulgar a nova série do SBT, que estreia em julho. “A Garota da Moto” é uma co-produção da emissora em parceria com a Fox Brasil e a produtora Mixer, de João Daniel Tikhomiroff. A ação que apresenta a novidade aos profissionais de Mídia das principais agências de publicidade foi criada em conjunto pela área de Marketing do SBT e a Giusti Comunicação.

Pegadinha (clique para ampliar)

Além da carta assinada pela personagem e o retrovisor universal, o cartão de visitas da motogirl e um pen drive com todas as informações da série completam o kit. O objetivo é dar um susto nos publicitários, simulando um acidente da moto com seus carros. O papel da principal personagem é de Christiana Ubach. Joana, que teve um filho no Rio de Janeiro com um milionário, foge para São Paulo para escapar da viúva do pai do menino, que não quer dividir a herança com a criança. A história de suspense, drama, humor e romance, tem na motocicleta o instrumento da protagonista para fugir dos perigos e sustentar o filho. Com 26 episódios, a série vai substituir a reprise de “Carrossel” na grade da emissora.

on FOI MAL, DESCULPA AÍ PELO RETROVISOR
Categorias Campanhas

FOGAÇA x FOGAÇA. OBRIGADO CHEF

Publicado em

Henrique Fogaça, o implacável jurado do Masterchef Brasil é o personagem da nova campanha de Danubio, linha de queijos da Vigor, do grupo JBS, criada pela Fischer. Em “Desafio”, o chef interpreta ele mesmo no reality show e também o papel de um competidor que se esforça para elaborar o melhor prato. Num segundo filme, ele vai esquecer de passar a receita ao se entreter experimentando cada produto da marca. O objetivo da campanha, sob o conceito “Máximo Frescor. Máximo Sabor”, é mostrar que os produtos das linha premium da Danubio são frescos, leves, saudáveis e saborosos em razão do processo de ultrafiltração utilizado em sua fabricação. Tivemos o desafio de trazer modernidade para uma marca que já é conhecida por seus produtos de primeira qualidade”, diz Eduardo Fischer. “O desafio dessa campanha é passar diversas mensagens ao consumidor, como as novas embalagens e o processo de ultrafiltração”, explica Luis Renato Bueno, diretor da unidade de Negócios de queijos da Vigor. Criação de Erika Mateos e Bob Kincey, com direção criativa de André Figueiredo e direção geral de Eduardo Fischer. Produção da Cine, com direção de Cris Vida e fotografia de Claudio Leone. Som da Shuffle Áudio e locução de Patricia Pichamone.

on FOGAÇA x FOGAÇA. OBRIGADO CHEF
Categorias Festivais

A IDEIA EM PRIMEIRO LUGAR, MESMO.

Publicado em
Grand Prix do Film Lions 2016

Com “Shoplifters”, para a rede Harvey Nichols, a inglesa Adam&Eve DDB, de Londres, mostrou que para conquistar o Grand Prix do Film Lions o que vale, de verdade, é a ideia. A mesma agência, com filme para o mesmo cliente, também havia ganho o GP da área de Films do Cannes Lions 2014 com “Sorry, I spent it on Myself. Se aquele de dois anos atrás tinha jeitão de comercial tradicional, mesmo que sob uma grande ideia, o vencedor neste 2016 tem produção simples, com imagens de câmera de segurança e figuras de desenho animado substituindo o rosto de quem rouba peças da loja. Uma forma divertida e inteligente de divulgar seu aplicativo do programa de fidelidade. Entre 1953 e 91, o Grand Prix de Film foi o único prêmio máximo do então Festival Mundial de Publicidade de Cannes. Nos últimos 24 anos, quando o evento se ampliou para mais de 20 áreas e categorias, o melhor comercial, porém, nunca deixou de ser um dos prêmios mais importantes da competição. É verdade que o último ganhador com cara e focinho de comercial tradicional data de 2011, quando “Write the Future”, da Wieden+Kennedy para Nike e direção impecável do mexicano Alejandro Inãrritu, ganhou o GP da área. De lá para cá,  a cara do Film Lions mudou. Em 2012, uma animação de 2 minutos e 20 segundos, “Back to the Start”,  da norte-americana Creative Artists, de Los Angeles, foi eleita GP com 6 milhões de views no Youtube. O desenho animado da rede de lanchonetes Chipotle, que enaltece produtos orgânicos, provavelmente só apareceu na TV em reportagens sobre sua conquista. Em 2013 venceu trabalho da Pereira & O’Dell de San Francisco, agência do brasileiro PJ Pereira, com vídeo de 2 minutos retirado da webserie “The Beauty Inside”  para Intel Toshiba.  E no ano passado, consagrando o Brasil, que pela primeira vez conquistou o cobiçado Grand Prix do Film Lions, a obra de 2 minutos “100”, da F/ Nazca para Leica, consolidou o conceito de que a ideia, em primeiro lugar, deve prevalecer na comunicação publicitária dos dias atuais.

on A IDEIA EM PRIMEIRO LUGAR, MESMO.
Categorias Festivais

PRÊMIO A SERPA SE COMPLETA COM A ALMAP

Publicado em

Lion of St Mark para Marcello Serpa e Agency of the Year para Almap BBDO

Serpa com o CEO do Cannes Lions Phil Thomas em foto de Richard Bord da Getty Images

Na mesma noite em que Marcello Serpa recebe o Lion of St Mark, homenagem máxima do Cannes Lions a um profissional da comunicação publicitária, a Almap BBDO recebe pela quarta vez o título de Agency of the Year do festival. Com 21 Leões, 78 pontos e a campanha mais premiada desta edição do evento, “Infinitas Possibilidades” para Getty Images, a agência que ele transformou a partir de 1993 reforça sua história na maior competição mundial do setor. No mesmo ano em que assumiu a Almap a convite de Alex Periscinoto, Serpa também comemorou o primeiro Grand Prix brasileiro em Cannes, com a campanha impressa para o guaraná Antarctica Diet que havia criado ainda na DM9. Nesta edição, ele marca definitivamente seu nome na galeria do Festival de Cannes como o primeiro brasileiro e latino a receber a honraria, instituída em 2011 e que já destacou as personalidades da publicidade John Hegarty, Dan Wieden, Lee Clow, Joe Pytka e Bob Greenberg. Esse Leão especial ele vai juntar aos outros 160 que já conquistou em Cannes nos 35 anos de uma carreira interrompida em agosto do ano passado, quando deixou a sociedade da Almap BBDO. O mundo publicitário, porém, aguarda sua volta, de alguma forma, para continuar uma história de sucesso com campanhas memoráveis para marcas como Volkswagen, Havaianas, Pepsi, Boticário e Bradesco, entre outros importantes anunciantes. O carioca Marcello Serpa começou sua carreira aos 20 anos, na Alemanha, onde foi estudar artes gráficas e trabalhou em agências como GGK e RG Wiesmeier. De volta ao Brasil, atuou pela DPZ e DM9 antes de chegar à Almap BBDO e revolucionar a propaganda brasileira.

on PRÊMIO A SERPA SE COMPLETA COM A ALMAP
Categorias Festivais

FINALISTAS GANHAM E BRASIL TEM 90 LEÕES

Publicado em

Almap BBDO mais uma vez é a agência mais premiada do país

Cintia Gonçalves, Luiz Sanches e Rodrigo Andrade: agência brasileira mais premiada

A diferença de 18 Leões entre as conquistas do ano passado e a edição deste ano, há uma década poderia até ser o total de prêmios do país. Nas últimas versões do Cannes Lions, o crescente número de áreas e categorias proporciona um número total de troféus impensável para o país quando o festival se limitava a 5 ou 6 disputas. Na nova regra do jogo, porém, a propaganda brasileira encerra sua participação no Festival Internacional da Criatividade de Cannes deste ano com 90 Leões, contra 108 na edição 2015. Os três comerciais brasileiros no short list do Film Lions confirmaram prêmios, ganhando 3 Bronzes. No último dia de divulgação de resultados, o país conquistou ainda um Leão de Bronze em Integrated com “Possibilidades infinitas”, da Almap BBDO para Getty Images. Esse case foi o mais premiado do país no Cannes Lions 2016, com 1 Leão de Ouro e 1 de Prata em Print & Publishing Lions, Bronze em Direct, e Prata em Digital Craft, além de Leões de Ouro e Prata na área de Outdoor. Nas últimas áreas reveladas, os brasileiros deixaram de ser premiados no Film Craft e Titanium. A Almap BBDO é mais uma vez a agência brasileira mais premiada entre as 18 que conquistaram troféus no Cannes Lions 2016, seguida pela JWT, Y&R, Africa e FCB, pelo número de pontos, as cinco primeiras.

on FINALISTAS GANHAM E BRASIL TEM 90 LEÕES
Categorias Festivais

UM OLHAR DIFERENTE DO CANNES LIONS

Publicado em

Com o objetivo de divulgar o mercado da produção audiovisual do país à comunidade publicitária mundial, a plataforma Film Brazil, empreendimento da APRO com APEX, veicula nas redes sociais uma série de vídeos dirigidos por um coletivo de diretores em Cannes. O tema é o próprio festival e a ação tem a assinatura da F/Nazca Saatchi & Saatchi. São peças com toque de humor com a participação de personagens importantes do Cannes Lions, como Philip Thomas, Chacho Puebla e Veronica Beach, entre outros. Os diretores que participam do projeto são André Vidigal, Boca Ceravolo e Fernanda Weinfeld (Academia de Filmes), Alexandre Lucas (Bossa Nova Films), Henrique Manzolli (Conspiração Filmes), André Fiorini e Tomás Gurgel (Consulado), Gabriela Brites e Gustavo Leme (Delicatessen), Paulo Diehl (Mixer), Cisma (Paranoid), Gustavo Gripe (Santa Transmidia), Fernando Sanches (Spray), Will Mazzola (Trator) e Ale Cassulino (Your Mama). Também integram o grupo algumas produtoras de som que participam da plataforma, como Jamute, Satélite Audio, Comando S, A Voz do Brasil e Lucha Libre. Os vídeos estão no Facebook, no Instagram (@filmbrazil) e no site da FilmBrazil. Criação de Murilo Melo e Rafael Freire, com direção criativa de Pedro Prado e Rodrigo Castellari e direção geral de Fabio Fernandes. Filme Brazil é um projeto criado em 2003 pela Associação Brasileira da Produção de Obras Audiovisuais APRO). Desde 2005 conta com a parceria da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (APEX). Atualmente, conta com 54 empresas associadas, entre produtoras de imagem, som e finalizadoras.

on UM OLHAR DIFERENTE DO CANNES LIONS