Categorias Televisão

QUANDO A PROPAGANDA NÃO INCOMODAVA

Publicado em

Uma série de 5 comerciais para Sukita, refrigerante à base de laranja da lançado em 1976 pela então Brahma, hoje parte integrante da Ambev, levou a Carillo,Pastore Euro RSGC, no final da década de 90, ao topo do ranking brasileiro de criatividade. A hoje extinta agência era comandada por Claudio Carillo e Dalton Pastore, associado ao grupo francês. O sucesso da série foi tão grande que deu origem ao filme “A Vingança”, da W/Brasil para o Classe A da Mercedes Benz. Nesse comercial, o tio Roberto Arduim devolve a indiferença à modelo Michelly Machri, que esnobava seu assédio em toda a campanha de Sukita. E na época ninguém reclamava ao Conar alegando constrangimento sexual, pedofilia ou algo parecido. Apenas se divertia. O comercial “Elevador”, primeira da série, será relembrado na edição deste domingo (31) do programa “Grandes Nomes da Propaganda”, na Record News, a partir das 21h30, no quadro “Comerciais que Marcaram Época”.

Seidl relata sua carreira internacional

Raul Nogueira, comandante da atração, entrevista o criativo Fabio Seidl premiado publicitário brasileiro com experiência internacional, na Europa e nos Estados Unidos, onde atua hoje pela 360i de Nova York. A repórter Elisangela Peres mostra os bastidores do Jornal da Record News, com o apresentador Heródoto Barbeiro. O programa apresenta ainda o livro “Propaganda: teoria, técnica e prática”, do falecido publicitário Armando San’Anna, que chega em sua nona edição, atualiza e revisada pelos professores da ESPM Ismael Rocha Junior e Luiz Fernando Dabul Garcia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *